Crescimento na graça de Jesus Cristo

    Augusto Constantino
    Crescimento na graça

    Crescimento na graça do nosso Senhor Jesus é crucial na nossa vida. Quando o Senhor Deus criou todas as coisas no princípio para que durace eternamente por isso quando Ele disse ao Homem para que se multiplicasse e enchesse a terra, compreendemos que o Homem teria que nascer e crescer; mas o pecado no Homem trouxe uma outra realidade que é a velhice e/ou morte.

    Falando de coisas espirituais, todos os Homens quando recebem a Cristo, conforme Rm 9.9-10 e Jo 3.6, nasce espiritualmente e torna-se uma nova criatura (2 Co 5.17).

    É importante compreendermos que esse nascer não deve parar por aí…sabemos que quem nasce só pode comer leite, mas a medida que ele vai crescendo deverá substituir o aleitamento por um alimento sólido.

    O que estou a dizer aqui é que temos que ter, desde o dia que “aceitamos a cristo”, crescimento na graça de Cristo porque o nosso alvo é sermos semelhantes a Ele. Mas, poderemos encontrar vários obstáculos para tal.

    Obstáculos para um crescimento na graça de Jesus Cristo

    O primeiro obstáculo para um crescimento na graça de Jesus Cristo é o Tempo. Como lemos em Ec 3 que tudo na face da terra tem um tempo determinado. O que temos que saber é fazermos as coisas fora do tempo ou mesmo apressar em fazer as coisas antes que atinjamos a maturidade necessária pode nos distrair no nosso crescimento.

    No grego existe duas expressões que descrevem o tempo: chronos e kairos. A primeira faz referência a sucessão de dias, horas. Isto é, o nosso dia-a-dia. Essa sucessão deve ser aproveitada da melhor forma possível fazendo as coisas que estão em harmonia com a Palavra encarnada de Deus e, porém, quando estivermos prontos. Um exemplo disso seria o momento em que devo estudar ou me formar em algum curso ou mesmo me casar.

    O Kairos faz referência a tempo de adversidades. Como podemos ler em Lc 22.31-34 o apóstolo Pedro e os discípulos iriam passar por momentos difícies até que iriam ser espalhados e o Senhor Jesus orou para que a fé dele fosse fortalecida para fortalecer os outros.

    As adversidades nas nossas vidas podem vir, mas elas em si não podem servir demotivos de nos afastar de Deus, porque se assim o fizermos iremos nos enfraquecer e retardar o nosso crescimento. Daí termos que seguir o exemplo do Senhor Jesus: orar para que possamos resistir o dia mau.

    O exercício da nossa vontade deve estar sempre alinhado com a vontade de Deus (Lc 21.34-36, Hb 12.1-2). Esses versos nos mostram claramente qual é a vontade que devemos obedecer que é a do Espírito Santo.

    Muitas vezes podemos nos encontrar na luta permante e todos os dias entre fazer a vontade de Deus ou da carne e se somos vencidos sempre a fazer a vontade da carne temos que ter uma certeza: ainda somos meninos e como carnais.

    A nossa vontade é a parte que mais se assemelha a Deus por isso honremos e cresçamos cumprindo a vontade do Todo Poderoso.

    A falta de uma dieta pode nos definhar. Em Hb 5.12 percebemos que todos os discípulos de Cristo devem chegar ao nível de mestre. Para tal uma vida devocional: oração, meditação e leitura da palavra irá nos fortalecer bastante.

    O que compreendemos e aprendemos com tudo isso é que se não andarmos no Espírito, isto é, entrega da nossa intelectualidade, personalidade, habilidades, vontade ou escolha a Deus teremos vários e sérios problemas de crescimento na graça do nosso Senhor Jesus Cristo.

    A decisão deve ser nossa e seja abençoado por Ele que nos Salva e guarda hoje e sempre!

    Docente universitário, formado em farmácia. Com mestrado em Teologia e análises clínicas. Webdesigner…possui vários sites na internet inclusive o site Augusto Constantino onde posto material didático e relevante para áreas de farmácia, nutrição, teologia e marketing digital.