O preço do Bitcoin pode valorizar em 2020: 4 razões que justificam

enriquecer com bitcoin em 2019

O preço do Bitcoin tem tido maior volatilidade, nalgum momento ele pode valorizar (crescer) e noutros desvalorizar. Isso acontece com muita facilidade neste mercado.

Por exemplo, no gráfico abaixo, vemos claramente que em 2018 a criptomoeda chegou na casa dos 20 mil dólares e em 2019 o preço caiu a quase 2 mil, depois começou a subir novamente. Esse fenómeno é comum com a criptomoeda!

Oscilação do preço do bitcoin que nos indica se ele pode valorizar em 2020

Devido a grande volatilidade e falta do conhecimento do mercado das criptomoedas muitas são as indagações sobre quando comprar bitcoin ou quando vender.

Este artigo irá mostrar a você 4 razões pelos quais o preço do bitcoin pode valorizar em 2020. Portanto, leia até o final para estar mais informado sobre o assunto.

Razões para a valorização do preço do bitcoin em 2020

O passado do Bitcoin muita gente sabe, a criptomoeda foi declarada morta uma centena de vezes. Mas, a maior criptomoeda do mundo continua viva e forte, apesar do sobe e desce do preço.

O preço do Bitcoin pode valorizar devido a sua escassez

Graças a genialidade do inventor do Bitcoin, apenas 21.000.000 BTC serão minerados e criados. Por não ser um ativo ilimitado, essa limitação da quantidade do Bitcoin, lhe assemelha com a prata e o ouro, que também têm suprimentos limitados.

Apesar de ser semelhante, o Bitcoin tem particularidades que o classificam como um ativo melhor que o ouro e a prata, ele pode ser transferido digitalmente com apenas alguns cliques.

Em um mundo digital, esse é o maior benefício de todos eles.

Aumento da correlação do Bitcoin x Ouro

O aumento da relação Bitcoin versus ouro, mostra que o Bitcoin está ganhando força diante do ouro, e pode vir a se tornar a maior fonte alternativa de investimento.

Em 2018, a correlação entre ambos foi aleatória. Os valores foram negociados de forma semelhante em 49% do tempo, enquanto houve uma desaceleração correlacionada em 22% do tempo e uma tendência de alta correlacionada em 28% do tempo.

Mas nos últimos meses um padrão de correlação completo está se definindo. O Bitcoin deverá eventualmente alcançar o ouro e a prata em termos de sua relação entre estoque (“armazenamento) e fluxo, potencialmente impulsionando seu preço muito mais alto.

Inflação

A inflação é um termo da economia frequentemente utilizado para designar o aumento geral dos preços na sociedade. Ela representa o aumento do custo de vida para o consumidor e para as empresas, resultante da elevação do preço dos produtos e da desvalorização da moeda.

Uma coisa que deve ser destacado sobre o Bitcoin é que ele tem uma taxa de inflação pré-programada, 3,74% ao ano e não pode mudar, ao contrário da inflação nos mercados tradicionais de moeda fiduciária (moedas dos governos).

A hiperinflação que tem assolado muitas economias em todo o mundo, especialmente em Moçambique. Dois exemplos de países onde podemos ver claramente o efeito devastador da inflação numa economia é a Venezuela e o Irã.

Bitcoin Halving

Desde que foi criado, o Bitcoin tem como uma de suas principais características o processo de mineração, que é responsável não só por aumentar a quantidade de moedas em circulação, como também prevenir fraudes.

Um dos eventos mais esperados acontecerá no dia 17 de maio de 2020, o halving, uma redução pela metade das recompensas por mineração. Após este evento, as recompensas que os mineradores recebem pela adição de blocos à rede serão reduzidas à metade, afetando, portanto, a oferta geral de Bitcoins. Este será o terceiro halving na breve história do Bitcoin.

O primeiro cortou a recompensa por bloco resolvido de 50 BTC para 25 BTC em 2012. O segundo ocorreu em junho de 2016 e cortou a recompensa para 12,5 BTC. Naturalmente, o próximo fará a recompensa do bloco reduzir para 6,25 BTC por bloco.

O consenso geral entre a maioria dos analistas é que o preço do Bitcoin aumentará em resposta a esse evento. Nem todos tem a mesma opinião, mas parece que todos acreditam que essa redução é uma coisa boa para o preço, baseado no princípio básico de mercado, oferta e demanda.

Por essa lógica, parece razoável que o preço do Bitcoin suba de acordo com a redução da oferta. Vale destacar que isso foi o que aconteceu nos ciclos anteriores do mercado. Os últimos dois halvings que ocorreram, fizeram o preço disparar.

Enfim…

Tudo que procuramos propor sobre o bitcoin é comprar a um preço baixo e guardar para vender depois.

Você pode comprar seus bitcoin clicando aqui

Ou veja o nosso artigo onde detalhamos, passo-a-passo, como comprar bitcoin em Moçambique.

Fonte: guia do bitcoin

Compartilhe o artigo

Autor: Augusto Constantino

Augusto Bene Tomé Constantino é Moçambicano. Nasceu na cidade de Chimoio, província de Manica. Formado em Farmácia pela Universidade Zambeze, leciona curso de Licenciatura na Faculdade de Ciências de Saúde da UniZambeze. Trabalha com microencapsulação de compostos bioativos usando biopolímeros de origem vegetal.