Reabsorção óssea: o que é, como e porquê ocorre?

reabsorção óssea,reabsorção óssea alveolar,reabsorção óssea no dente
83 / 100

Durante nossa vida, os ossos percorrem um ciclo com remodelação constante, havendo reabsorção óssea (ou remoção do osso antigo) e ossificação (adição de novo osso onde onde é preciso). Contudo, se o processo da reabsorção for mais forte ou prevalecer sobre a ossificação, pode levar a uma diminuição na massa óssea e colocá-lo em maior risco de fraturas e quebras.

Se isso ocorrer na boca, por exemplo, é mais provável que o maxilar seja afetado por esse fenômeno. Neste artigo iremos descrever o necessário para entender a causa desse desequilíbrio e enfraquecimento do maxilar e como você pode trabalhar com seu dentista para encontrar um tratamento que o mantenha sorrindo.

O que é reabsorção óssea alveolar?

O termo reabsorção óssea significa dissolução da estrutura óssea. Quando a perda deste osso não é compensado pela reconstrução problemas de saúde podem surgir, como acontence na osteoporose e no osso alveolar.

Osso alveolar

O osso alveolar é a camada de tecido ósseo que reveste o alvéolo dentário, em associação ao cemento e ao ligamento periodontal, constitui o periodonto de sustentação. Devido à deposição periódica de tecido ósseo, o osso alveolar apresenta-se formado por lamelas paralelas nas quais estão inseridas as fibras de Sharpey.

No geral, o osso é um tecido dinâmico e ativo, em constante renovação em resposta a influências mecânicas, nutricionais e hormonais. Por isso, é preciso que haja um equilíbrio entre os processos acoplados de reabsorção óssea por osteoclastos e formação óssea por osteoblastos

 Os osteoclastos são responsáveis ​​pela degradação do osso mineralizado e, portanto, são críticos para o crescimento e desenvolvimento esquelético normal, manutenção da integridade óssea ao longo da vida, metabolismo do cálcio através da remodelação e homeostase e reparo.

Portanto, quando a ação do osteoclasto for maior comparado ao osteoblasto o osso perde sua integridade. Se isso ocorrer no osso alveolar graves problemas periodontais podem ocorrer.

Neste sentido, podemos definir a reabsorção óssea alveolar como uma doença crônica, progressiva e cumulativa da reparação óssea.  Ela pode ser caracterizada pela destruição do osso alveolar na periodontite.

Sintomas reabsorção óssea

Geralmente não é fácil notar os estágios iniciais da perda óssea. Mas, À medida que a reabsorção óssea aumenta, você pode notar um ou mais dos seguintes sintomas:

  • mobilidade dentária;
  • sensibilidade nos dentes;
  • dor de dente;
  • sangramento gengival;
  • mau hálito;
  • retração da gengiva;
  • apinhamento;
  • formação de espaços entre os dentes (diastemas).
  • Mudanças em sua mordida e estrutura facial
  • Desconforto ao mastigar
  • Rugas começam a se formar ao redor de sua boca
  • Deslocamento ou afrouxamento de seus dentes
  • Os lábios começam a afundar para dentro
  • Pele enrugada ao redor de sua boca
  • Dores de cabeça, dor facial e dor na mandíbula
  • Aumento da dificuldade de falar
  • Se você usa dentaduras, mudanças no ajuste e conforto de seus dentes substitutos

O que causa perda óssea?

Nossos ossos são reforçados ou reconstruídos através de estímulos certos. Por exemplo, quando mastigamos e mordemos, a força que que exercemos através dos dentes nos maxilares envia sinais aos osteoblastos para manter esse osso forte.

Veja também:

No entanto, se perdermos um dente devido uma extração dentária, doença gengival ou lesão, o maxilar na área de perda não recebe mais estímulos, os osteoclastos começarão a quebrar o maxilar e os osteoblastos não priorizarão mais a reconstrução da estrutura óssea lá .

É bem provável que a reconstrução osso aconteça uma taxa mais lenta do que a sua destruição. Além disso, o uso de dentaduras pode aumentar a taxa de deterioração do osso. Se você usa dentaduras e elas se soltam, pode ser resultado de perda óssea e podem exigir reajuste.

Algumas outras causas de perda óssea na mandíbula incluem:

  • Diabetes
  • Doença gengival, particularmente periodontite (doença gengival grave).
  • A osteoporose é uma condição que torna os ossos do seu corpo fracos e quebradiços.
  • O tratamento ortodôntico demonstrou diminuir a densidade óssea ao redor dos dentes que foram movidos.
  • uma alimentação desequilibrada leva à perda óssea, em especial quando a dieta é pobre em cálcio e vitamina D
Tags: ,

Artigos Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile