Bronquite: sintomas, causas e tratamento

bronquite aguda e crônica

Uma bronquite consiste na inflamação do revestimento dos brônquios, que é uma porção do organismo responsável pelo transporte do ar de e para os pulmões.

brônquios e a bronquite

Pessoas que têm bronquite geralmente tossem um muco espesso, que pode ser descolorido. Muitas vezes, desenvolve-se de um resfriado ou outra infecção respiratória.

A bronquite pode ser aguda ou crônica:

  • A aguda é uma doença mais curta que geralmente acompanha uma infecção por vírus ou resfriado, como a gripe. Consiste em uma tosse com muco, desconforto ou dor no peito, febre e, às vezes, falta de ar. A bronquite aguda geralmente dura alguns dias ou semanas.
  • A bronquite crônica uma doença grave e em curso caracterizada por uma tosse persistente, produtora de muco, que dura mais de 3 meses por mais de 2 anos. Se ocorrer bronquite crônica com enfisema, pode se tornar doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Cerca de 5% dos adultos apresentam um episódio de bronquite aguda a cada ano. Estima-se que 90% deles procurem aconselhamento médico para o mesmo.

Sintomas da bronquite

Tanto para bronquite aguda, assim como para bronquite crônica, os sinais e sintomas podem incluir:

  • Tosse
  • Produção de muco (expectoração), que pode ser clara, branca, cinza-amarelada ou verde – raramente, pode ser manchada de sangue
  • Fadiga
  • Dores no corpo
  • Falta de ar
  • Dores de cabeça
  • Nariz e seios bloqueados
  • Falta de ar
  • Febre ligeira e arrepios
  • Desconforto no peito

Um dos principais sintomas da bronquite aguda é uma tosse que dura várias semanas. Por vezes, pode durar vários meses se os brônquios demorarem muito tempo a cicatrizar completamente.

É comum que os sintomas da bronquite crônica piorem duas ou mais vezes a cada ano, e eles são frequentemente piores durante os meses de inverno.

No entanto, uma tosse que se recusa a desaparecer também pode ser um sinal de outra doença, como asma ou pneumonia.

Causas

A bronquite aguda geralmente é causada por vírus, podem ser os mesmos vírus que causam gripes e resfriados; às vezes, as bactérias podem ser as culpadas.

Em ambos os casos, os brônquios incham e produzem mais muco, singnificando que as aberturas são menores para o fluxo de ar, o que pode dificultar a respiração.

As chances são maior de contrair bronquite se:

  • Tiver um sistema imunológico mais fraco.
  • For fumante ou morar com um fumante.
  • Trabalhar em torno de substâncias que incomodam seus pulmões , como vapores químicos ou poeira. (Exemplos: mineração de carvão, trabalhar com ou perto de animais de fazenda).
  • Morar ou viaja para um lugar com baixa qualidade de ar ou muita poluição.

A causa mais comum da bronquite crônica é o tabagismo. A poluição do ar e poeira ou gases tóxicos no ambiente ou no local de trabalho também podem contribuir para a condição.

Tratamento da bronquite

Na maioria das vezes as medidas de precaução são mais importantes para evitar qualquer situação de saúde. Por isso, evite os gatilhos para tal. Apesar disso, é importante saber que a bronquite desaparece sozinha dentro de algumas semanas.

Se o seu é causado por bactérias (o que é raro), um médico pode prescrever antibióticos.

Se você tiver asma, alergias ou chiado, um médico pode sugerir um inalador. Isso ajuda a abrir as vias aéreas e facilita a respiração.

No geral, para aliviar os sintomas, você pode:

  • Beber muita água. Oito a 12 copos por dia ajuda a diluir o seu muco e torna mais fácil para tossir.
  • Descansar bastante.
  • Tomar analgésicos de venda livre. Como ibuprofeno, paracetamol, ou aspirina ajudam com a dor. Mas evite a aspirina para crianças.
  • Usar um umidificador. Um banho quente pode ser ótimo para soltar o muco.
  • Tomar remédios para tosse sem receita, como expectorante.
Compartilhe o artigo

Autor: Augusto Constantino

Augusto Bene Tomé Constantino é Moçambicano. Nasceu na cidade de Chimoio, província de Manica. Formado em Farmácia pela Universidade Zambeze, leciona curso de Licenciatura na Faculdade de Ciências de Saúde da UniZambeze. Trabalha com microencapsulação de compostos bioativos usando biopolímeros de origem vegetal.