Chá de hibisco: para que serve e como preparar

O chá de hibisco tem uma série de benefícios a saúde, desde a redução da pressão arterial, combate às infecções bacterianas e até pode ajudar a perder peso. Este artigo vai apresentar esses benefícios baseados em pesquisas científicas e depois irá apresentar algumas receitas para preparar um chá de hibisco delicioso.

O que é hibisco?

Hibisco é uma planta que apresenta folhas com lobos. Suas flores podem nascer isoladas ou em grupos, que podem durar um dia. O hibisco pertence ao gênero Hibiscus, que contém numerosas espécies de ervas, arbustos e árvores da família da malva. Diferentes tipos dessa plantas são cultivados com propósitos ornamentais, por apresentarem flores muito lindas.

Hibisco chinês com floração (Hibiscus rosa-sinensis ). imgaem da © omers11 / Fotolia

Das centenas espécies de hibiscos, a Hibiscus sabdariffa é a planta mais comumente utilizada para fazer chá de hibisco.

Essa planta é originário do norte da África e sudeste da Ásia, mas atualmente ela cresce em vários lugares que apresentam climas tropicais e subtropicais. Entretanto, muitas pessoas ao redor do mundo usam várias partes da planta como alimento e medicamento.

O chá de hibisco tem sido usado em países africanos para diminuir a temperatura corporal, tratar doenças cardíacas e aliviar dores de garganta. No Irã, o chá de hibisco é usado para tratar a hipertensão.

7 benefícios do chá de hibisco

Os benefícios do chá de hibisco estão relacionadas a presença de várias substâncias antioxidantes, como os flavonoides, especialmente as antocianinas, que apresentam efeito de proteção ao coração, vasodilatador e contribuem muito para evitar o acúmulo de gorduras.

Contém antioxidantes

Muitos de nós já ouvimos falar dos benefícios dos compostos como propriedades antioxidantes. Realmente, os antioxidantes são benéficos porque nos ajudam a combater os radicais livres, que causam danos às nossas células e, por sua vez, essas células causa-nos doenças, incluindo câncer.

Consumir alimentos que contenham naturalmente substâncias antioxidantes parece ser uma forma saudável de controlar e combater várias doenças. O chá de hibisco, por exemplo, é rico em antioxidantes poderosos que ser muito bem aproveitado para prevenir danos e doenças causados ​​pelo acúmulo de radicais livres.

Segundo, Wong (2002) o bibisco te elevados teores de compostos antioxidantes, chegando a ser de 141,09mg / 100g para vitamina C, 1,88mg / 100g para β-caroteno e 164,34μg / 100g para licopeno.

Um estudo em ratos demonstrou que extrato de antocianina obtido da Hibiscus sabdariffa pode atuar como profilático, intervindo como um eliminador de radicais livres, bem como induzindo as enzimas de desintoxicação de medicamentos.

Outro estudo com ratos teve resultados semelhantes, mostrando que partes da planta do hibisco, como as folhas, possuem propriedades antioxidantes potentes.

No entanto, tenha em mente que estes dois estudos foram realizados em animais. Por isso são necessários mais estudos para saber exatamente como os antioxidantes do chá de hibisco podem afetar os seres humanos.

O chá de hibisco pode ajudar a perder peso

O chá de hibisco pode reduzir o peso corporal, a gordura corporal e a proporção quadril-cintura. Este efeito foi comprovado no estudo realizado em 36 pacientes com idades entre 18 e 65 anos. Os autores atribuíram estes efeitos aos polifenóis presentes no hibisco.

Além disso, sabe-se que alta concentração de colesterol e triglicerídeos no sangue pode aumentar risco de desenvolver obesidade. No entanto, um estudo demonstrou que o extrato de hibisco pode reduzir os níveis de colesterol e triglicerídeos na população mexicana.

Outro estudo, verificou uma redução do peso corporal de ratos obesos após 60 dias de consumo de extrato de hibisco.

Contudo, entenda que nestes estudos foram usadas doses concentradas, por isso são necessárias mais pesquisas para se confirmar efetivamente os benefícios do hibisco no chá.

Controle do colesterol

Várias pesquisas demonstrou que o consumo que o consumo de hibisco, assim como chá preto, duas vezes ao dia, pode aumentar significativamente os níveis de colesterol total e HDL ou colesterol “bom” e triglicerídeos, diminuindo também o colesterol ruim. Este tipo de colesterol está associado a boa saúde cardiovascular.

No entanto, esses resultados são mistos podem não constituir algo muito seguro. Porque existem estudos que descobriram que o chá de hibisco não reduziu significativamente os níveis de colesterol.

Pode ajudar a baixar a pressão arterial

Um dos benefícios mais conhecido do chá de hibisco é a redução da pressão arterial.

Na verdade existem bases científicas que apoiam essa informação. Por exemplo, 65 pessoas com pressão alta receberam 240 ml chá de hibisco ou um placebo, 3 vezes ao dia. Após seis semanas, aqueles que beberam chá de hibisco tiveram uma diminuição significativa na pressão arterial sistólica, em comparação com o placebo (Mackey e outros, 2010).

Uma revisão de cinco estudos chegou a conclusão de que o chá de hibisco pode diminuir pressão arterial sistólica e diastólica até valores de aproximadamente 7,58 mmHg e 3,53 mmHg, respectivamente.

Apesar desse benefício sobre a pressão arterial, este chá pode interagir com alguns medicamentos, incluindo a hidroclorotiazida, que é usado para tratar a hipertensão. Portanto, consulte seu médico antes de tomar este chá.

Pode melhorar a saúde do fígado

Hibisco pode promover uma boa saúde do fígado, ajudando a mantê-lo funcionando de forma eficiente. Se não tivermos um fígado saudável muitos processos seriam afetados, incluindo a produção de proteínas, a secreção da bile e a quebra de gordura e medicamentos.

Alguns estudos comprovam os inúmeros benefícios do chá de hibisco ao fígado. Por exemplo, extrato de hibisco pode tratar a estenose hepática, se for tomado durante 12 semanas. A estenose é caracterizada pelo pelo acúmulo de gordura no fígado.

Também foi demonstrado que o tratamento com extrato de hibisco diminuiu os marcadores de danos ao fígado. Além disso, esses extratos podem aumentar a concentração de enzimas “desintoxicantes” de drogas no fígado em até 65%.

No entanto, todos esses estudos avaliaram os efeitos do extrato de hibisco, em vez do chá de hibisco. Por isso que mais pesquisas são necessárias para saber como o chá de hibisco afeta a saúde do fígado em humanos.

Combate bactérias

Além de ter propriedades antioxidantes, os extrados de hibisco podem ajudar a combater infecções bacterianas. Por exemplo, foi descoberto que estes extratos podem inibir a atividade de E. coli , um tipo de bactéria que pode causar problemas gastrointestinais com sintomas que incluem cólicas, gases e diarreia.

Além disso, foi provado que o extrato de hibisco pode combater oito cepas de bactérias da mesma forma que alguns medicamentos usados ​​para tratar infecções bacterianas.

Note bem que estes estudos foram feitos em tubos de ensaio e não em humanos examinou. Portanto, mais estudos são necessários para avaliar os efeitos antibacterianos do chá de hibisco em humanos.

O chá de hibisco pode apoiar o seu sistema imunológico.

O chá de hibisco pode ajudar a combater o resfriado. Porque este chá contém vitamina C, um forte antioxidante que é responsável por manter nosso sistema imunológico saudável. Além disso, o chá de hibisco também é rico em ferro, mineral que mantém o sistema imunológico equilibrado e ajuda nosso organismo a manter os glóbulos vermelhos.

Malefícios do chá de hibisco

O chá de hibisco pode afetar os níveis de estrogênio, o que significa que tem efeito tanto na gravidez quanto na fertilidade. Se você está tentando engravidar ou está grávida, provavelmente deve evitar o hibisco em sua dieta.

Doses muito altas de extrato de hibisco podem causar danos ao fígado. Além de interagir com a hidroclorotiazida (um diurético) em animais e com o acetaminofeno em humanos.

O consumo de hibisco pode diminuir a eficácia da cloroquina, um medicamento para malária.

Hibisco pode diminuir o açúcar no sangue ou os níveis de pressão arterial. Portanto, pessoas com diabetes ou que estejam tomando medicamentos para hipertensão devem controlar açúcar no sangue e os níveis de pressão arterial.

Como fazer chá de hibisco?

Ingredientes

  • 2 xícaras de flores de hibisco frescas ou 1/2 xícara de flores de hibisco secas
  • 8 xícaras Água
  • 1/4 xícara Querida, adicione mais se você gosta do seu chá mais doce
  • 3 colheres de sopa Suco de limão fresco

Instruções

  • Se usar flores de hibisco frescas, remova o cálice ou a parte verde da base da flor à qual o caule está preso. Você também pode remover o pistilo, que é o tubo fino em forma de fio no meio da flor que contém pólens, ou pode optar por mantê-lo. Você não precisa fazer isso se estiver usando flores secas.
  • Leve as flores de hibisco e a água para ferver em uma panela grande. Assim que a água começar a ferver, desligue a chama e cubra o recipiente. Neste ponto, você também pode adicionar outras ervas ou suplementos, como manjericão, capim-limão, raspas de limão, etc. Deixe o chá em infusão por 15-20 minutos. Misture o mel e o suco de limão até incorporar completamente. Coe o chá.
  • Você pode servir chá de hibisco quente ou pode colocá-lo na geladeira por algumas horas. De qualquer forma, o gosto é delicioso!

Notas

  • Adições: Você pode adicionar alguns de seus sabores favoritos a este chá. Manjericão, capim-limão, raspas de limão e hortelã têm um sabor muito bom com hibisco
  • Doçura:  Preferimos nosso chá moderadamente doce, mas fique à vontade para adicionar mais mel ou até mesmo substituí-lo por açúcar, se desejar

Referências

  • Wong, P., Yusof, S., Ghazali, H.M. and Che Man, Y.B. (2002), “Physico‐chemical characteristics of roselle (Hibiscus sabdariffa L.)”, Nutrition & Food Science, Vol. 32 No. 2, pp. 68-73. https://doi.org/10.1108/00346650210416994.
  • Chang HC, Peng CH, Yeh DM, Kao ES, Wang CJ. Hibiscus sabdariffa extract inhibits obesity and fat accumulation, and improves liver steatosis in humans. Food Funct. 2014 Apr;5(4):734-9. doi: 10.1039/c3fo60495k. Epub 2014 Feb 19. PMID: 24549255.
  • McKay DL, Chen CY, Saltzman E, Blumberg JB. Hibiscus sabdariffa L. tea (tisane) lowers blood pressure in prehypertensive and mildly hypertensive adults. J Nutr. 2010 Feb;140(2):298-303. doi: 10.3945/jn.109.115097. Epub 2009 Dec 16. PMID: 20018807.
  • Serban C, Sahebkar A, Ursoniu S, Andrica F, Banach M. Effect of sour tea (Hibiscus sabdariffa L.) on arterial hypertension: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. J Hypertens. 2015 Jun;33(6):1119-27. doi: 10.1097/HJH.0000000000000585. PMID: 25875025.
  • Alarcon-Aguilar FJ, Zamilpa A, Perez-Garcia MD, Almanza-Perez JC, Romero-Nuñez E, Campos-Sepulveda EA, Vazquez-Carrillo LI, Roman-Ramos R. Effect of Hibiscus sabdariffa on obesity in MSG mice. J Ethnopharmacol. 2007 Oct 8;114(1):66-71. doi: 10.1016/j.jep.2007.07.020. Epub 2007 Jul 27. PMID: 17765418.
  • Ajiboye TO, Salawu NA, Yakubu MT, Oladiji AT, Akanji MA, Okogun JI. Antioxidant and drug detoxification potentials of Hibiscus sabdariffa anthocyanin extract. Drug Chem Toxicol. 2011 Apr;34(2):109-15. doi: 10.3109/01480545.2010.536767. PMID: 21314460.
  • Alarcon-Aguilar FJ, Zamilpa A, Perez-Garcia MD, Almanza-Perez JC, Romero-Nuñez E, Campos-Sepulveda EA, Vazquez-Carrillo LI, Roman-Ramos R. Effect of Hibiscus sabdariffa on obesity in MSG mice. J Ethnopharmacol. 2007 Oct 8;114(1):66-71. doi: 10.1016/j.jep.2007.07.020. Epub 2007 Jul 27. PMID: 17765418.
  • Huang, T. W., Chang, C. L., Kao, E. S., & Lin, J. H. (2015). Effect of Hibiscus sabdariffa extract on high fat diet-induced obesity and liver damage in hamsters. Food & nutrition research59, 29018. https://doi.org/10.3402/fnr.v59.29018
  • Abdallah EM. Antibacterial efficiency of the Sudanese Roselle (Hibiscus sabdariffa L.), a famous beverage from Sudanese folk medicine. J Intercult Ethnopharmacol. 2016 Mar 24;5(2):186-90. doi: 10.5455/jice.20160320022623. PMID: 27104041; PMCID: PMC4835995.
  • Britanica encyclopedia. Hibiscus
  • Hopkins, A. L., Lamm, M. G., Funk, J. L., & Ritenbaugh, C. (2013). Hibiscus sabdariffa L. in the treatment of hypertension and hyperlipidemia: a comprehensive review of animal and human studies. Fitoterapia85, 84–94. https://doi.org/10.1016/j.fitote.2013.01.003
  • Ajiboye TO, Salawu NA, Yakubu MT, Oladiji AT, Akanji MA, Okogun JI. Antioxidant and drug detoxification potentials of Hibiscus sabdariffa anthocyanin extract. Drug Chem Toxicol. 2011 Apr;34(2):109-15. doi: 10.3109/01480545.2010.536767. PMID: 21314460.
  • Richa. (2018). how to make hibiscus tea + its benefits. My food story
  • Chang HC, Peng CH, Yeh DM, Kao ES, Wang CJ. Hibiscus sabdariffa extract inhibits obesity and fat accumulation, and improves liver steatosis in humans. Food Funct. 2014 Apr;5(4):734-9. doi: 10.1039/c3fo60495k. Epub 2014 Feb 19. PMID: 24549255.
  • Jung E, Kim Y, Joo N. Physicochemical properties and antimicrobial activity of Roselle (Hibiscus sabdariffa L.). J Sci Food Agric. 2013 Dec;93(15):3769-76. doi: 10.1002/jsfa.6256. Epub 2013 Jul 8. PMID: 23749748.
  • Aziz Z, Wong SY, Chong NJ. Effects of Hibiscus sabdariffa L. on serum lipids: a systematic review and meta-analysis. J Ethnopharmacol. 2013 Nov 25;150(2):442-50. doi: 10.1016/j.jep.2013.09.042. Epub 2013 Oct 10. PMID: 24120746.
Alimentação para diabéticos: tudo que precisamos saber
Vitamina B12: benefícios, deficiência, fontes alimentares
Menu