Alimentação para diabéticos: tudo que precisamos saber

Veja mais em:

Alimentação para diabéticos deve seguir um plano de dieta saudável, que seja naturalmente rica em nutrientes, baixo teor de gordura e calorias. Portanto, os diabéticos podem e devem comer frutas, vegetais e grãos inteiros.

Neste artigo iremos detalhar tudo sobre alimentação para diabéticos. Mas antes queremos procurar lembrar os conceitos da diabetes, incluindo as diferenças entre a diabetes tipo 1 e 2. Depois você poderá aprender a fazer um bom café da manhã e sobremesa para diabéticos.

O que é diabetes?

Diabetes é uma doença que ocorre quando a glicose (um tipo de açúcar) no sangue fica muito alta e que, geralmente, está relacionado a algum problema com a insulina.

A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas, facilita a entrada da glicose nas células do nosso organismo para ser usada como energia. Às vezes, nosso organismo não a produz em quantidade suficiente, ou mesmo não a usa como deve ser. Sendo assim, a glicose permanece no sangue e não chega as células para ser transformado em energia. É assim que diabetes surge.

Diferenças entre diabetes tipo 1 e 2

Existem diferentes causas que contribuem para o aumento da glicose no sangue, mas todas elas estão ligadas a insulina. Por exemplo, na diabetes tipo 1 , que geralmente aparece primeiro em crianças e adolescentes, embora também ocorra em adultos; nosso sistema imunológico ataca as células do pâncreas para que elas não possam mais produzir insulina. Não há maneiras de prevenção da diabetes tipo 1, porque ele pode ser hereditário.

Enquanto a diabetes tipo 2 tem mais probabilidade de aparecer na fase adulta, embora muitas crianças também a desenvolvam. Nesse tipo, pâncreas produz insulina, mas nosso organismo não consegue usá-la com eficácia. As causas desse tipo de diabtes estão relacionadas a nosso estilo de vida, incluindo a alimentação.

Para simplificar, a tabela abaixo descreve os sintomas e complicações do diabetes tipo 1 e tipo 2 antes e no início da doença (Weatherspoon, 2020).

Tipo 1Tipo 2
Antes do inícioIMC dentro de uma faixa saudável (19-24,9)IMC acima da faixa saudável (25 ou mais)
No inícioEm várias semanas você pode ter:
aumento da sede e urina
aumento da fome
visão embaçada
cansaço
dormência ou formigamento nas mãos e pés
feridas que levam muito tempo para cicatrizar
perda de peso inexplicada
Pode aparecer ao longo de vários anos:
aumento da sede e urina
aumento da fome
visão embaçada
fadiga
dormência ou formigamento nas mãos ou pés
feridas que levam muito tempo para curar
perda de peso inexplicável
ComplicaçõesRisco de:
doença cardiovascular, incluindo risco de ataque cardíaco e derrame,
doença renal e insuficiência renal,
problemas nos olhos e perda de visão,
danos nos nervos
Risco de:
doença cardiovascular, incluindo risco de ataque cardíaco e derrame,
doença renal e insuficiência renal,
problemas nos olhos e perda de visão,
danos nos nervos
problemas na cicatrização de feridas, que podem levar à gangrena e à necessidade de amputação
IMC significa índice de massa corporal

O que diabético pode comer?

Alimentação para diabéticos deve seguir um plano de dieta saudável, que seja naturalmente rica em nutrientes e com baixo teor de gordura e calorias. Portanto, os diabéticos podem e devem comer frutas, vegetais e grãos inteiros.

Veja o vídeo abaixo sobre alguns mitos e verdades relacionadas a alimentos para diabéticos:

Por isso muitos nutricionistas recomendam que a pessoa faça escolha de alimentos específicos, de modo a ajudá-lo a planejar refeições e lanches saudáveis. Assim sendo, é importante fazer uma lista com vários alimentos diferentes e que contenham carboidratos, proteínas e gorduras.

Essa lista deve ser divida em várias sub-listas de alimentos para diferentes dias. É importante ser disciplinado e organizado para ter um ótimo sucesso na sua alimentação.

Embora você escolha e faça sua lista de alimentos, seu nutricionista irá orientá-lo a escolher alimentos que tenham praticamente a mesma quantidade de carboidratos, proteínas, gordura e calorias – e o mesmo efeito sobre a glicose no sangue. Por exemplo, a lista de amido, frutas e leite deve incluir opções de 12 a 15 gramas de carboidratos.

Controlo do índice glicêmico

Algumas pessoas com diabetes usam o índice glicêmico para escolher seus alimentos, especialmente carboidratos. Portanto, este método classifica os alimentos que contêm carboidratos com base em seus efeitos sobre os níveis de glicose no sangue. Você deve conversar com seu médico ou nutricionista para saber se é preciso usar este método.

No entanto, entenda que existe uma forma de classificar os alimentos de acordo com o índice glicémico (IG). É a pontuação entre 1 e 100. Assim quanto maior o número, maior a velocidade com que o açúcar entra na corrente sanguínea. Portanto, qualquer alimento com IG igual ou acima de 70 ou acima é considerado alimento com alto índice glicémico e deve ser comido com muito cuidado.

Agora que você sabe como escolher seus alimentos, a seguir iremos mostrar uma diretriz sobre os componentes dos alimentos ideais para diabéticos. Além disso, vamos dar alguns exemplos dos alimentos.

Carboidratos pode servir como alimentação para diabéticos?

Eu sei que você deve estar intrigado agora e provavelmente preocupado com a pergunta. Mas, podemos responder sim, claro que pode. No entanto, você deve escolher os carboidratos saudáveis!

Na verdade, você deve se concentrar apenas em carboidratos saudáveis, como:

  • Frutas
  • Legumes
  • Grãos inteiros
  • Legumes, como feijão e ervilha
  • Produtos lácteos com baixo teor de gordura, como leite e queijo

Evite carboidratos menos saudáveis, como alimentos ou bebidas com adição de gorduras, açúcares e sódio.

Alimentos ricos em fibras

A fibra dietética inclui todas as partes dos alimentos vegetais que nosso organismo não consegue digerir ou absorver. Muitas vezes a fibra que comemos modera a digestão do corpo e ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Alguns exemplo de alimentos ricos em fibras incluem:

  • Legumes
  • Frutas
  • Nozes
  • Legumes, como feijão e ervilha
  • Grãos inteiros, como quinoa

Peixe

Coma peixes saudáveis ​​para o coração pelo menos duas vezes por semana. Por exemplo, salmão, atum e sardinha são ricos em ácidos graxos ômega-3 podem prevenir doenças cardíacas.

No entanto, procure evitar comer peixes fritos e peixes com altos níveis de mercúrio, como a cavala.

Gorduras saudáveis

Alimentos que contêm gorduras mono e poliinsaturadas podem ajudar a reduzir os níveis de colesterol. Esses incluem:

  • Abacate
  • Nozes
  • Óleos de canola, oliva e amendoim

Mas não exagere, pois todas as gorduras são ricas em calorias.

Café da manhã para diabéticos

Comer café da manhã com alto teor de gordura e quantidade moderada de proteína pode te ajudar a controlar diabetes, assim como a perder peso. Porque esses tipos de opções de café da manhã têm baixo teor de carboidratos.

Algumas pessoas com diabetes apresentam níveis muito elevado de açúcar no sangue logo que acordam pela manhã. Isso acontece porque nosso fígado quebra os depósitos de açúcar durante a noite e as células também podem ser um pouco mais resistentes à insulina durante este período.

O açúcar elevado no sangue após as refeições pode aumentar seu desejo de comer mais carboidratos. Porque o açúcar permanece na corrente sanguínea em vez de ir para as células e, em seguida, as células sinalizam para nosso organismo que ele precisa comer mais açúcar ou carboidratos para se abastecer com eficácia.

Assim que você entendeu o porquê deve ter um café da manhã específico para diabéticos, confira abaixo duas dicas de dietas:

Tigela de mirtilo com abóbora e quinoa

Quinoa é uma semente de baixo índice glicêmico, alta fibra e alta proteína. É uma ótima troca por farinha de aveia e é naturalmente sem glúten. Experimente adicionar abóbora enlatada para adicionar vitamina A e fibras e cubra com mirtilos.

Manteiga de amendoim grelhada e sanduíche de morango

Em vez de queijo grelhado, faça um sanduíche de manteiga de amendoim grelhado no pão integral. Pique alguns morangos para adicionar fibra e doçura. A combinação de proteínas e fibras irá ajudá-lo a ficar satisfeito e satisfeito.

Diabético pode comer pipoca?

A pipoca é um lanche de grãos inteiros muito popular e saudável. Na realidade, ela é considerada como um dos melhores lanches para pessoas com diabetes, em parte devido à sua baixa densidade calórica. Por exemplo, uma xícara de pipoca pode conter até 31 calorias.

Além disso, a pipoca fornece 1 grama de fibra por porção de 1 xícara, que é outra propriedade que a torna um alimento compatível com o diabetes.

Alimentos com low carb ou de baixa baixa caloria são aliada no controle de peso, e isso pode também promover a diminuição dos níveis de açúcar no sangue, bem como pode ajudar a controlar a diabetes tipo 2.

É recomendável que você prepare suas próprias pipocas, porque a maioria das pipocas pré-embaladas contém sal, gorduras trans e outros ingredientes prejudiciais à saúde.

Diabético pode comer melancia?

A melancia é segura para as pessoas com diabetes, se a comerem em pequenas quantidades. Além disso, é melhor comer melancia e outras frutas de alto índice glicêmico junto com alimentos que contenham gorduras saudáveis, fibras e proteínas.

Uma das vantages da melancia como parte da alimentação saudável para diabéticos é a presença de vitaminas e minerais, que incluem vitamina A, vitaminas B1 e B6, vitamina C, potássio, magnésio, fibras, ferro, cálcio e licopeno.

Diabético pode comer cuscuz?

Pessoas com diabetes devem escolher grãos inteiros ou produtos integrais, como o grãos inteiros do cuscuz. Evitando assim alimentos refinados. Isso porque os grãos inteiros tendem a ser mais ricos em fibras dietéticas do que seus equivalentes refinados. Além disso, eles também são menos propensos a aumentar seus níveis de açúcar no sangue.

Uma alimentação saudável para diabéticos inclui uma quantidade relativamente baixa de carboidratos em cada refeição, sendo 45 a 60 gramas uma boa meta para muitas pessoas. No entanto, uma xícara de cuscuz cozido pode conter cerca de 36 gramas de carboidratos, por isso procure não exagerar na sua quantidade.

Procure comer uma xícara de cuscuz com peito de frango ou peixe, que não contém carboidratos, e alguns vegetais sem amido, que têm baixo teor de carboidratos. Adicione mais 15 gramas de carboidratos ao seu jantar, misturando 1/3 de xícara de grão-de-bico cozido aos vegetais ou comendo uma pequena maçã como sobremesa.

Diabético pode comer banana?

Pessoas com diabetes podem comer frutas, incluindo bananas. No entanto, tenha cuidado com o tamanho da porção. Coma uma banana menor para reduzir a quantidade de açúcar que você ingere de uma vez.

As bananas contêm carboidratos simples, que podem fazer com que os níveis de açúcar no sangue aumentem mais do que outros nutrientes. Uma banana de tamanho médio pode conter cerca de 29 gramas de carboidratos e 112 calorias.

Portanto, é muito importante controlar a quantidade de bananas na alimentação saudável para diabéticos.

Além de açúcar e amido, as bananas contêm algumas fibras. Isso significa que os açúcares das bananas são digeridos e absorvidos mais lentamente, o que pode evitar picos de açúcar no sangue.

As bananas verdes verdes são as mais preferidas, porque contêm amido resistente que ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue e isso pode melhorar o controle de açúcar no sangue a longo prazo.

Enquanto as bananas amarelas e maduras contêm mais açúcar do que as verdes, portanto, podem causar um aumento maior no nível de açúcar no sangue. Por isso, prefira comprar banana firme, quase madura. Escolha uma banana que não esteja muito madura para que o teor de açúcar seja ligeiramente mais baixo.

Além disso, procure distribuir a ingestão de frutas ao longo do dia. Isso pode te ajudar a reduzir a carga glicêmica e manter os níveis de açúcar no sangue estáveis.

Diabético pode comer abacaxi?

Um diabético deve comer abacaxi com moderação. Portanto, prefira abacaxi fresco ou enlatado sem adição de açúcar e evite qualquer calda açucarada ou enxágue a calda antes de comer. O abacaxi é uma excelente fonte da vitamina C, além de cálcio, magnésio, fósforo, potássio, vitamina A, ácido fólico e vários antioxidantes que podem ajudar a melhorar sua saúde geral.

No entanto, ela também pode conter açúcar que deve ser contabilizado na dose diária da alimentação para diabéticos.

Ao comer abacaxi seco ou beber suco de abacaxi, lembre-se de que o teor de açúcar será maior, mesmo se a porção parecer menor.

Se for a primeira vez que você deseja introduzir abacaxi na sua dieta, procure verificar com seu médico se há alterações nos níveis de açúcar no sangue.

Se você achar que o abacaxi afeta seus níveis de glicose de maneira significativa, considere uma porção menor ou comê-lo com uma refeição com menos carboidratos.

Diabético pode comer batata doce?

Alimentação para diabéticos inclui diversidade de alimentos e nutrientes de maneira equilibrada. A batata doce é uma opção nutricional melhor para diabético do que a batata branca. Quando consumidos com moderação, todos os tipos de batata-doce são saudáveis. Eles são muito ricos em antioxidantes, vitaminas e minerais e podem ser incluídos com segurança em uma dieta compatível com o diabetes.

Mesmo assim, eles devem ser consumidos apenas com moderação, ou podem afetar negativamente os níveis de glicose no sangue.

Algumas batatas-doces são muito grandes, tornando mais fácil comer sem medida. Por isso, procure sempre comer uma batata de tamanho médio e certifique-se de incluir outros alimentos saudáveis ​​em seu plano de alimentação diariamente.

Chá para diabéticos

O chá, especialmente o chá verde, tem muitos benefícios, incluindo para os diabéticos. Porque ele ajuda a sensibilizar nossas células para que sejam mais capazes de metabolizar o açúcar. Por um lado, quando você bebe chá verde, você obtém altos níveis de polifenóis comparado ao chá preto.

Conheça os benefícios do chá de alecrim, que poder ser uma boa opção de alimentação para diabéticos.

São os polifenóis das frutas e vegetais que lhes dão suas cores brilhantes. Portanto, ter mais cor significa que o chá verde é mais rico em polifenóis. Para os chás pretos, quanto mais laranja é a cor, maiores são os polifenóis. 

Além da cor, o chá verde também contém níveis mais elevados de polifenóis porque é preparado a partir de folhas não fermentadas, portanto, podemos considerar como “puro”. O chá preto , por outro lado, é feito de folhas totalmente fermentadas, o que o priva de alguns nutrientes. Além disso, algumas variedades de chá preto podem ter duas a três vezes mais cafeína do que o verde, o que não é bom em excesso

O que evitar na alimentação para diabéticos?

O diabetes aumenta o risco de doenças cardíacas, acelerando o desenvolvimento do endurecimento e obstrução das artérias. No entanto, é possível controlar ou diminuir esse risco se um diabetico segue uma dieta saudável como descrevemos acima. Por isso, os alimentos listados abaixo devem ser evitados pelos diabéticos:

  • Gorduras saturadas. Evite laticínios com alto teor de gordura e proteínas animais, como manteiga, carne, cachorro-quente, salsicha e bacon. Limite também o óleo de coco.
  • Gorduras Trans. Evite gorduras trans encontradas em salgadinhos processados, assados, gorduras e margarinas em barra.
  • Colesterol. As fontes de colesterol incluem laticínios com alto teor de gordura e proteínas animais com alto teor de gordura, gema de ovo, fígado e outras carnes orgânicas. Procure não comer mais do que 200 miligramas (mg) de colesterol por dia.
  • Sódio. Procure consumir menos de 2.300 mg de sódio por dia. Seu médico pode sugerir que você mire ainda menos se tiver pressão alta.
  • Álcool. Beba com moderação, não seja alcoolatra.

Referências

  • Asif M. The prevention and control the type-2 diabetes by changing lifestyle and dietary pattern. J Educ Health Promot. 2014;3:1. Published 2014 Feb 21. doi:10.4103/2277-9531.127541
  • Create your plate. American Diabetes Association. Accessedo em 02/03/2021.
  • Diabetes diet: Create your healthy-eating plan. (2019). Mayo Clinics. Acessado em 02/03/2021
  • Elliot, B. (2018). The 21 Best Snack Ideas If You Have Diabetes. Healthline.
  • Manzela, D. (2020). What to Eat for Breakfast When You Have Diabetes. Verywellhealth. Acessado em 02/03/2021
  • Njike VY, Smith TM, Shuval O, et al. Snack Food, Satiety, and Weight. Adv Nutr. 2016;7(5):866-878. Published 2016 Sep 15. doi:10.3945/an.115.009340
  • What is Diabetes? (2017). Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK).
  • Weatherspoon, D. (2020). : as diferenças entre os tipos 1 e 2. Medical News Today.
  • Warwick, K. D. (2020). Is It Safe to Eat Pineapple If You Have Diabetes? Healtline. Acessado em 02/03/2021.
  • West, H. (2020).How Bananas Affect Diabetes and Blood Sugar Levels? Healtline. Acessado em 02/03/2021

Quinoa: benefícios para saúde e 5 dietas
Chá de hibisco: para que serve e como preparar
Menu