Chá de gengibre: 9 benefícios e como fazer

Veja mais em:

Este artigo pretende mostrar os benefícios do chá de gengibre para saúde, além de mostrar como preparar com diferentes ingredientes, incluindo canela e limão.

Gengibre, conhecido cientificamente como Zingiber officinale, é uma planta que se conserva por muito tempo (perene). Suas raízes são do tipo rizoma. Ela é usada mundialmente como condimento em alimentos e bebidas.

Chá de gengibre e seus benefícios para saúde

Muitas vezes ouvimos falar dos benefícios do gengibre, incluindo o tratamento de várias doenças. Mas, poucos de nós temos fundamentos concretos e baseados na verdade da ciência. Por isso, que a seguir procuramos esclarecer a pergunta “para quê serve chá de gengibre?” com fundamentos científicos e comprovados.

Como o chá é feito a partir das raízes, iremos explicar os efeitos comprovados encontrados no gengibre.

Poder antioxidante e antinflamatórias

Um estudo verificou que suplemento diário de extrato de gengibre iniciado 3 dias antes da quimioterapia mostrou aumentar significativamente a atividade antioxidante e reduzir os níveis de marcadores oxidativos em pacientes que receberam quimioterapia (Danwilai et al, 2017).

Os efeitos antioxidantes do gengibre podem ser atribuidos ao gingerol. Este composto é abundante no gengibre fresco e além das atividades antioxidante e antiinflamatórias, o gingerol possui efeitos contra câncer. Esses efeitos podem estar ligados a redução do estresse oxidativo (Mashhadi et al, 2013).

Além disso, os efeitos antioxidantes do gengibre também mostraram ter poder de restaurar atividade de enzimas de testículos e motilidade (movimento) dos espermatozoidos de ratos (Amin & Hamza, 2006).

Perda de peso

Chá de gengibre para emagrecer é muito popular nos dias de hoje. A verdade é que existem evidências que fundamentam essa ocorrência. A capacidade do gengibre de influenciar a perda de peso pode estar relacionada a certos mecanismos, como seu potencial para ajudar a aumentar o número de calorias queimadas ou reduzir a inflamação.

Por exemplo, foi demonstrado que a suplementação de gengibre pode reduzir peso corporal, a proporção cintura-quadril em pessoas com sobrepeso ou obesidade (Maharlouei et al, 2018).

Também foi observado que consumir gengibre (2 gramas por semana) durante um ano pode reduzir o o índice de massa corporal (IMC) em mulheres obesas (Atari et al, 2015) .

No entanto, evidências mais fortes sobre o a importância do gengibre para a perda do peso são estudos feitos em animais. Ratos e camundongos que consumiram extrato de gengibre tiveram diminuições, consistentes e consideráveis, do peso corporal, mesmo em casos em que também foram alimentados com dietas ricas em gordura (Sayed et al, 2020; Kim et al, 2018).

Então, será que chá de gengibre emagrece 1kg por dia? A resposta pode ser sim, se você combinar gengibre com boa dieta de baixa caloria e exercícios que ajudam a queimar calorias. Caso contrário, só consumir gengibre não poderá ser suficiente.

Problemas gastrointestinais

Consumir gengibre pode ajudar a tratar vários problemas relacionados ao trato gastrointestinal. Umas das vantagens de consumir chá de gengibre ou gengibre natural, é melhorar a esvaziamento gástrico (Hu et al, 2011).

Estudos pré-clínicos com animais experimentais (cães e ratos) mostraram que os vários extratos de gengibre e o suco de gengibre possuem efeitos contra náuseas e vômitos induzidos pela quimioterapia. Além disso, pode ser mais eficaz quando se trata de náuseas relacionadas à gravidez, como os enjôos matinais. No entanto, em relação aos humanos, embora a maioria dos estudos apóie as observações pré-clínicas, alguns são contraditórios (Haniadka et al, 2012; Totmaj et al, 2019). 

Tratamento de câncer

Muitos estudos demonstraram que gengibre pode ajudar a tratar diferentes tipos de câncer. Por exemplo, ele pode tratar câncer de estômago. Também foi comprovado que gengibre inibe o crescimento e modula a secreção (liberação) de fatores angiogênicos em células de câncer de ovário (Rhode et al, 2007; Ishiguro et al, 2007).

Entenda que a angiogênese é o processo de formação de vasos sanguíneos a partir de vasos preexistentes, que ocorre em condições normais ou de doenças. Portanto, se houver mais casos sanguíneos em direção ao câncer, significa que ele terá mais alimentos e poderá continuar a crescer. O gengibre impede que isso aconteça.

O extrato do gengibre demonstrou que pode impedir crescimento de células do câncer de próstata. Além disso ele induzir significativamente a morte destas células. Estes efeitos foram verificados em camundongos que consumiram 100 mg/kg do extrato de gengibre (Karna et al, 2011).

Esses efeitos sobre o câncer parecem ser devidos a alguns compostos químicos (terpenóides) dos estratos do gengibre. Foram indentificados mais de 2o terpenóides que contribuíram para morte programada (apoptose) de células do câncer de endométrio (Liu et al, 2012).

Outros benefícios

  • Combate infecções. Extratos de gengibre tem efeito contra vários microrganismo. Portanto, ele é eficaz contra bactérias periodontais e contra o vírus de infecção respiratórias (Park et al, 2008; Chang et al, 2013).
  • Melhora a função cerebral. Estudos indicam que uso de gengibre pode ajudar a proteger o dano cerebral associado à idade, além de melhorar a função cerebral (Sahengong et al, 2011; Zeng et al, 2013).
  • Reduz níveis de colesterol no sangue. Os efeitos dos extratos do gengibre sobre o colesterol está relacionada a redução do LDL-colesterol no sangue (saiba mais sobre colesterol) (Al-Noory et al, 2013).
  • Reduz dor menstrual. Parece que consumo de 250 mg de gengibre em pó pode reduzir a dor menstrual (dismenorreia), com mesma eficácia que tem um antiinflamatório, como ibuprofeno (400mg) (Ozgoli et al, 2009).
  • Reduz níveis de açúcar no sangue. Isso pode beneficiar a pessoas com diabetes tipo 2 e com doenças cardiovasculares (Huang et al, 2019; Khandouzi et al, 2015).

Precaução e toxicidade de gengibre

Gengibre ou seus produtos derivados, incluindo chá, é considerado seguro se for tomado de forma adequada. Mas, quando ocorrem, os seus efeitos colaterais são leves, podendo incluir azia, diarreia, arrotos e desconforto geral no estômago.

Algumas mulheres relataram apresentaram mais sangramento menstrual enquanto tomavam gengibre. Por outro lado, o uso de gengibre durante a gravidez é controverso. Existem probabilidade do gengibre ou chá de gengibre aumentar o risco de nascer um bebê morto.

Há também um relato de aborto espontâneo durante a 12ª semana de gravidez em uma mulher que usou gengibre para os enjoos matinais. No entanto, a maioria dos estudos em mulheres grávidas sugere que o gengibre pode ser usado com segurança para os enjoos matinais, sem prejudicar o bebê. 

Portanto, é recomendado que mulheres grávidas que estão perto do trabalho de parto ou que tiveram abortos espontâneos evitem o gengibre. Porque gengibre é contraindicado em mulheres com histórico de sangramento vaginal e distúrbios de coagulação também (Lindblad, & Koppula, 2016).

Como fazer chá de gengibre?

Chá de gengibre com canela, muito delicioso para consumir pela manhã. Imagem de Julia Top/ Unsplash.

Aprenda a fazer chá de gengibre em casa! É muito fácil fazer, basta seguir os passos desta simples receita. Este chá vai poder aquecer, relaxar e acalmar seu estômago. Existem diferentes variedades desse chá, tem pessoas que fazem chá de gengibre com limão, com canela ou mesmo com mel. A receita que iremos mostrar a seguir pode te ajudar a fazer o chá com qualquer um desses condimentos adicionais, sem nenhum problema.

Como ingredientes você vai precisar de 1 polegada de gengibre fresco (sem necessidade de descascar), cortado em pedaços não maiores que ¼ de polegada, 1 xícara de água, 1 pau de canela, 1 rodada fina de limão fresco ou 1 colher de chá de mel ou xarope de bordo. Depois basta seguir os seguintes passos:

  1. Misture as fatias de gengibre e a água em uma panela em fogo alto. Se você estiver adicionando um pau de canela, faça neste momento. Leve a mistura para ferver e, em seguida, reduza o fogo conforme necessário para manter uma fervura suave por 5 minutos (para um sabor extra forte de gengibre, cozinhe por até 10 minutos).
  2. Retire a panela do fogo. Despeje cuidadosamente a mistura por uma peneira em um copo medidor de líquido resistente ao calor ou diretamente em uma caneca.
  3. Se desejar, sirva com uma rodela de limão e / ou um fiozinho de mel, a gosto. Sirva ainda quente.

Cédito a Cookie and Cate.

Palavra final

Gengibre tem muitos benefícios para saúde. Como vimos acima, ele pode servir para tratar doenças ligadas a inflamação, pode ajudar a tratar náuseas e vômitos, bem como a tratar diferentes tipos de cânceres e infeções incluindo as que causam problemas respiratórios (gripes). Portanto, procure consumir em quantidades saudáveis.

Insuficiência cardíaca: o que é, causas e tratamento
Neomicina, sulfato: usos, efeitos adversos e interações
Menu