1. Página inicial
  2. Saúde
  3. Coração e sistema circulatório
  4. O que é aneurisma: sintomas, causas e tipos

O que é aneurisma: sintomas, causas e tipos

Um aneurisma é uma dilatação e enfraquecimento de uma área do vaso arterial, o que aumenta o risco de laceração e hemorragia em sua parede ou tecido circundante. Embora possa ocorrer em qualquer vaso sanguíneo, os aneurismas são mais comuns no cérebro, aorta, pernas e baço.

Muitas vezes, os aneurismas podem não apresentar sintomas e não ser perigosas. No entanto, quando eles se tornam muito graves, podem se romper, causando uma hemorragia interna com risco de vida.

Aneurismas de aorta abdominal são encontrados em 2% a 8% dos pacientes em países desenvolvidos e podem evoluir para ruptura com risco de vida se não tratados. As taxas de mortalidade variam e podem chegar a ser de até 80% nesses paises (Marcaccio e Schermerhorn, 2021).

Por outro lado a prevalência dos aneurismas cerebrais é de aproximadamente 3,2%, com média de idade de 50 anos e uma proporção de gênero geral de 1:1. No entanto, em idades superiores a 50 anos, a predominância no sexo feminino cresce se aproximando de 2:1 comparativamente aos homens (Jersey e Foster, 2020).

Este artigo não só definiu o que é aneurisma, como também irá tratar dos sinais e sintomas, tipos, causas e tratamento. Continue lendo até o final.

Quais são os sintomas de um aneurisma?

representação do aneurisma e esquema da sua formação
representação do aneurisma e esquema da sua formação

Dependendo da localização e os tipos, os sintomas de um aneurisma podem variar. Geralmente, estes sintomas ou sinais podem aparecer se houver uma rotura dos aneurismas.

Contudo, aqueles que se formam perto da superfície do corpo podem causar sinais de inflamação e dor. Além disso, uma grande massa também pode se formar (ver a figura anterior à sua direita).

Os sintomas de aneurismas rompidos (em qualquer parte do corpo) incluem:

Complicações

A maioria das pessoas que vivem com aneurisma não apresenta complicações. No entanto, além de tromboembolismo e ruptura da aorta, as complicações podem incluir:

  • Pode surgir dor forte no peito ou nas costas após a ruptura de um aneurisma aórtico no peito.
  • Alguns tipos de aneurisma podem causar angina – uma dor forte no peito -que levar ao surgimento da isquemia (morte por falta de oxigenio) do músculo do coração (miocárdio) e provavelmente o surgimento de um ataque cardíaco.
  • As pessoas que têm aneurisma cerebral podem sentir uma dor de cabeça intensa e repentina .

Além disso, qualquer tipo de ruptura dos aneurismas pode causar dor, pressão arterial baixa, aumento da frequência cardíaca e tontura.

Quais são as causas do aneurisma?

Embora a causa exata de um aneurisma seja desconhecida, existem certos fatores que contribuem para a condição. Alguns exemplos desses fatores incluem:

  • Tecido arterial danificado (ateriosclerose). As artérias podem ser danificadas por bloqueios, como depósitos de gordura (entenda neste artigo como é o processo de depósito de gordura nas artérias). Esta gordura depositada nas artérias podem obrigar o coração a bombear sangue com muita força do que o necessário de modo que consiga transpassar o acúmulo de gordura. No entanto, essa tensão pode danificar as artérias devido ao excesso de pressão.
  • A hipertensão arterial. Quando a pressão sobe acima do valor normal, pode aumentar ou enfraquecer os vasos sanguíneos. A pressão arterial de um adulto é considerada normal em 120/80 milímetros de mercúrio. A pressão arterial significativamente mais elevada aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Apesar disso, a pressão arterial acima do normal não o coloca necessariamente em risco de aneurisma.

Tipos de aneurisma

Os aneurismas podem se desenvolver em várias partes do seu corpo, incluindo:

  1. Aórtico (aneurisma da aorta). A artéria aorta é o principal vaso sanguíneo que transporta sangue do coração para os órgãos vitais. Ele começa no ventrículo esquerdo do coração e desce pelo abdômen, onde se divide para as duas pernas. É um local frequente de ocorrência de aneurismas arteriais. O aneurisma pode ocorrer na cavidade torácica, perto do seu coração – são chamados de aneurismas da aorta torácica. Ou pode ocorrer na região abdominal – aneurismas da aorta abdominal – são o tipo mais comum.
  2. Cerebral. Geralmente se formam nos vasos sanguíneos mais profundos do cérebro, sem causar sintomas ou sinais. Você pode não saber que tem um aneurisma. Esses aneurismas são responsáveis por cerca de 3% de sangramento.
  3. Periféricos. Ocorrem em uma artéria periférica, geralmente em pernas, virilha ou pescoço (aneurisma periférico). Os aneurismas periféricos têm menor probabilidade de ruptura do que os aneurismas aórticos.

Alguns tipos de aneurisma periférico incluem:

  • Aneurisma poplíteo: ocorre atrás do joelho. É o aneurisma periférico mais comum.
  • Aneurisma da artéria esplênica: este tipo de aneurisma ocorre perto do baço.
  • Aneurisma da artéria mesentérica: afeta a artéria que transporta o sangue para os intestinos.
  • Aneurisma da artéria femoral: a artéria femoral está na virilha.
  • Aneurisma da artéria carótida: ocorre no pescoço.
  • Aneurisma visceral: é uma saliência das artérias que fornecem sangue ao intestino ou aos rins.

Fatores de riscos

Pessoas com mais de 60 anos correm um risco maior. Outros fatores podem incluir:

  • Alimentação não saudável, rico em gorduras
  • História familiar de doenças cardíacas, incluindo doenças cardíacas e ataque cardíaco;
  • Fumar;
  • Obesidade;
  • Gravidez, risco maior de desenvolver aneurisma no baço.

Como é tratado um aneurisma?

O tratamento de um aneurisma depende da sua localização e do tipo. Por exemplo, se for no seu tórax e ou abdômen, os médicos podem decidir fazer uma endoprótese endovascular. Que é uma cirurgia, minimamente invasivo (pequenas incisões) comparada a cirurgia aberta tradicional, que envolve a reparação e o reforço dos vasos sanguíneos danificados feito dentro de sua aorta, usando um cateter. A cirurgia pode demorar de 2 a 4 horas para ser concluída. Este procedimento reduz a chance de infecção bacteriana, cicatrizes e outros problemas.

Outros tratamentos podem incluir medicamentos que tratam a hipertensão e o colesterol alto. Por exemplo os os beta-bloqueadores, como atenolol e propranolol, são usados para reduzir a pressão arterial, arritmias, insuficiência cardíaca. A redução da pressão arterial pode impedir a ruptura do aneurisma.

As estatinas, como Pravastatina, sinvastatina, fluvastatina, atorvastatina e rosuvastatina, são medicamentos que impedem a produção de colesterol no fígado. A redução do colesterol no sangue pode ajudar a diminuir o risco de formação de placa nas artérias e assim impedir a ruptura do aneurisma.

Como prevenir aneurisma?

Ter uma alimentação saudável, que inclui frutas (como cítricas e tâmaras), grãos inteiros (como quinoa) e vegetais pode ajudar a prevenir o aneurisma. Além disso, as carnes, produtos lácteos e aves com baixo teor de gordura saturada e colesterol também são boas opções de proteína.

Os exercícios físicos regulares ajudam a estimular a circulação sanguínea. Isso pode melhorar o fluxo sanguíneo através do coração, artérias e outros vasos sanguíneos.

Procure reduzir o consumo do tabaco e do consumo excessivo do álcool.

Ajude-nos a melhorar!

Se você notar um erro de digitação ou imprecisão no site, ficaremos gratos se você relatar.
Copie o texto que, em sua opinião, contém um erro.clique aqui para nos enviar um e-mail »

Compartilhe este artigo

Autor

Mais lidos

Menu