Porque não posso perder gordura da barriga: 3 razões de maior impacto

porque não posso perder gordura da barriga

Eu como da forma certa e me exercito, mas porquê não estou a perder gordura da barriga? De forma simples, infelizmente, transportar peso em torno da barriga é parcialmente um fator genético.

Se você está cortando calorias, comendo melhor e ir à academia, mas ainda assim não consegue remover a última gota de gordura da barriga, você não está sozinho. Por natureza, o organismo não deseja perder muito peso, especialmente se você já estiver perto de sua faixa ideal de peso.

Se você está cansado de se sentir preso em sua dieta, continue lendo para saber as razões mais comuns pelas quais é difícil de perder gordura da barriga.

Uma reflexação sobre perder peso e perder gordura

O que pode ter funcionado para você até este agora, pode não ser a solução de que você precisa mais. Pode ser hora de sacudir e um pouco mais no seu metabolismo.

Ou talvez pode ser que você não precise perder peso, você só precisa mudar sua composição corporal – há uma diferença!

A perda de peso pode ser uma diminuição água, músculo, gordura ou, geralmente, uma combinação de tudo. Por isso, considere mudar sua composição corporal, focando,principalmente, no aumento da massa magra e diminuição da gordura corporal.

É importante ressaltar de que a queima de gordura é simplesmente usar gordura como fonte de combustível. Isso não significa que você está perdendo peso.

O organismo Humano está sempre a queimar um pouco de gordura, mesmo em repouso. E muitas vezes você substitui esta gordura com as calorias que você come – sem causar perda de massa gorda total.

A perda de gordura, por outro lado é o resultado do corte de calorias. Se você comer menos do que você queima, suas reservas de gordura corporal não são substituídas e isso resulta em perda de peso total / diminuição da massa gorda.

Porém, isso nem sempre é verdadeiro em relação a calorias. Porque quando se trata de composição corporal (% de gordura corporal), fica um pouco mais complicado. Daí surgem várias orientações e combinação de fatores (exercícios, dietas e quantidade de calorias) para que tudo chegue ao mesmo ponto – perder gordura.

Razões que impedem você de perder gordura

Uma coisa é verdadeira, é difícil você detectar a redução de gordura – o que significa que quando você perde gordura corporal, ela tende acontecer em todo corpo e não apenas da gordura da barriga.

Isso pode fazer com que o processo pareça mais demorado, já que pequenas reduções de gordura em todo o corpo são muito mais difíceis de se ter uma visão, quando comparado ccom a perda de gordura de uma área específica.

Abaixo listamos rapidamente algumas razões do porquê não perdemos gordura da barriga:

1# Comer alimento errado

A qualidade de suas escolhas alimentares é importante quando se trata de composição corporal. Além disso, comer alimentos nutricionalmente pobres pode atrasar ainda mais seu progresso, principalmente ao mexer com sua energia, humor e apetite.

Neste sentido, as melhores dietas de queima de gordura devem incluir muitos vegetais. A maioria dos vegetais não ricos em amido – qualquer coisa, exceto ervilhas, milho e batatas – fornecem poucas calorias e boa quantidade de nutrientes que você precisa.

Micronutrientes, ou vitaminas e minerais, em vegetais, são um fator importante no controlo de peso porque ajudam a controlar o apetite e sustentam um metabolismo saudável.

Em suma: coma menos alimentos processados e beba mais água.

2# Viva menos estressado para perder gordura da barriga

Parece pegadinha, mas o estresse é um fator relevante quando se trata da perda de gordura. Pelo menos 3 estudos mostram como isso funciona:

O estresse cria uma resposta de luta ou fuga pelo corpo, o que faz com que a adrenalina aumente. Por sua vez, a adrenalina aumenta o ritmo cardíaco e a respiração, e também ajuda a liberar as reservas de glicose e gorduras a serem distribuídas por todo o corpo para obter energia imediata.

Depois que a adrenalina diminui, o corpo libera o cortisol, um hormônio catabólico que aumenta o apetite e promove a quebra do músculo para uma energia mais imediata.

Muitas vezes, a parte mais difícil da perda de peso é a sua mentalidade. Aqui estão algumas das melhores maneiras de controlar o estresse e ajudá-lo a pensar mais positivamente sobre sua dieta.

Tente ioga! Ou aprenda a meditar. A pesquisa sugere que a ioga está associada à diminuição do estresse, aumento da perda de gordura e melhor humor. A prática da ioga é centrada em torno do controle da respiração e da percepção de como você reage à palavra ao seu redor.

3# Pouca noite de sono

A verdade é que não dormir o suficiente faz mais mal do que só deixá-la/o mau-humorada/o na manhã seguinte! Se quer perder a gordura visceral e ter um abdômen sarado, tem que ter boas noites de sono!

Quando não dorme o suficiente, o corpo produz grelina (um hormônio que faz você sentir fome) e menos leptina (o hormônio que promove a sensação de saciedade).

Isso significa que pode ser que continue sentindo fome mesmo após as refeições. Tenho certeza que conhece aquela sensação não só de estar com fome, mas de ficar com fome e zangada/o!

Voce deve tentar dormir por pelo menos sete a nove horas toda noite! Uma dica é não tomar cafeína tarde da noite e tentar ter uma rotina de sono regular.

Livre-se dos eletrônicos pelo menos 30 minutos antes de ir dormir, pois eles afetam o seu sono e podem impactar na produção de melatonina, um hormônio que dá os sinais para o corpo que é hora de descansar.

4# Fazer exercícios errados

Muitas pessoas pensam em exercícios do tipo cardio quando querem perder peso ou gordura. Fazer caminhada, corrida ou ciclismo podem certamente ajudar a queimar calorias e ajudar na perda de peso – e consequentemente isso inclui a perda de gordura na área abdominal.

Entretanto, se estiver fazendo apenas cardio, talvez essa não seja a melhor opção para perder a gordura da barriga.

Não acredite nesses mitos que se ouve falar por aí que diz que fazer musculação vai deixá-la/o “grande” ou musculosa demais!

Pode se surpreender como estilos de treinos diferentes podem impactar diferentemente o seu corpo.

Compartilhe o artigo

Autor: Augusto Constantino

Augusto Bene Tomé Constantino é Moçambicano. Nasceu na cidade de Chimoio, província de Manica. Formado em Farmácia pela Universidade Zambeze, leciona curso de Licenciatura na Faculdade de Ciências de Saúde da UniZambeze. Trabalha com microencapsulação de compostos bioativos usando biopolímeros de origem vegetal.