4 Benefícios do consumo moderado de vinho

Saúde
Visitas: 104

O consumo moderado de vinho pode apresentar benefícios no sistema cardiovascular, na prevenção do câncer, evita a perda da visão e pode reduzir o risco da demência.

Existem muitos mitos e rumores em torno do álcool, e parece que as evidências e sugestões científicas em torno da cerveja, vinho e outras formas de álcool estão mudando quase constantemente.

No passado, muitas pessoas acreditavam que beber uma quantidade moderada de álcool era prejudicial à saúde de uma pessoa.

No entanto, agora existem evidências suficientes para sugerir que beber um copo de vinho por dia pode realmente beneficiar sua saúde.

Por esse motivo, veremos agora quatro dos principais benefícios à saúde que o vinho pode oferecer.

O consumo de vinho trás benefícios na saúde cardiovascular

O vinho tinto contém grandes quantidades de resveratrol, um produto químico que demonstrou “cuidar” da saúde do coração.

Alguns estudos mostraram que o resveratrol pode melhorar a saúde do coração, afetando o equilíbrio de micróbios no intestino.

Também foi comprovado que o consumo de álcool aumenta a quantidade de ácidos graxos ômega-3 nos glóbulos vermelhos e no plasma, o que por sua vez fornece muitos benefícios cardiovasculares.

Além disso, a pesquisa mostrou que bebedores moderados com pressão alta têm uma chance de menos 30% de sofrer um ataque cardíaco do que aqueles que se abstêm de consumir álcool completamente.

Embora o resveratrol seja mais alto em vinho tinto, a maioria dos outros benefícios cardiovasculares é fornecida por praticamente qualquer tipo de vinho.

Isso significa que você ainda pode melhorar a saúde do coração, independentemente de beber um vinho branco seco ou um delicioso vinho de sobremesa.

O consumo de vinho trás benefícios da proteção e prevenção do câncer

Foi demonstrado que o resveratrol reduz o tamanho dos tumores intestinais (tipos de tumores, leia mais) e também reduz o risco de câncer de cólon.

No entanto, o vinho tinto tem sido associado a uma diminuição do risco de muitos tipos diferentes de câncer. Embora o consumo de álcool tenha sido associado a um aumento no câncer, também existem vários produtos químicos presentes nas sementes e nas peles das uvas que podem diminuir o risco de câncer de mama de uma mulher – especialmente quando ela se aproxima da menopausa.

Além disso, quantidades moderadas de vinho tinto têm sido associadas a uma melhora na função pulmonar e podem reduzir o risco de câncer de pulmão se espalhar para outras partes do corpo.

Addicionalmente, os homens que bebem vinho tinto aparentemente têm uma chance menor (50%) de serem diagnosticados com câncer de próstata em comparação aos homens que nunca bebem vinho tinto.

Beber vinho pode evita catarata e perda de visão

Beber vinho com moderação também oferece benefícios importantes para a sua visão. A degeneração macular e muitas outras causas de perda da visão têm sido associadas a um crescimento excessivo dos vasos sanguíneos nos olhos, e existem evidências que mostram que o resveratrol encontrado no vinho pode ajudar a prevenir essas formas de perda da visão.

Indivíduos que bebem álcool com moderação também têm um risco muito menor de desenvolver catarata. No entanto, o risco é ainda mais baixo para quem bebe vinho em comparação com pessoas que bebem predominantemente cerveja.

Reduz o risco de demência, diabetes e derrames

Pesquisa mostrou que pessoas que bebem álcool com moderação têm um declínio muito menor na função cerebral à medida que envelhecem em comparação com os que não bebem.

Isso quer dizer que beber moderadamente o vinho pode ajudar a prevenir o declínio mental relacionado à idade e pode até ajudar a atrasar ou prevenir a demência.

Pensa-se novamente que o resveratrol é responsável por este risco reduzido de demência. O motivo é que o produto químico ajuda a manter os vasos sanguíneos mais abertos e flexíveis, o que aumenta a taxa de fluxo sanguíneo no cérebro.

Como você pode ver, beber um copo ou dois de vinho de vez em quando pode realmente beneficiar sua saúde. Obviamente, é importante que você beba com moderação. Beber muito em excesso geralmente não dá qualquer um dos benefícios positivos proporcionados pelo vinho.

Você Irá Gostar

Insuficiência respiratória: tipos, sintomas, causas e tratamento
Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC): sintomas, causas e tratamento
Menu

newsletter augusto bene