Glomerulonefrite: sintomas, causas e tratamento

glomerulonefrite

Glomerulonefrite é uma inflamação dos glomérulos (Figura 1). Os glomérulos atuam como minúsculos filtros dentro dos rins. Cada rim contém milhões de glomérulos. Os glomérulos removem o excesso de líquido, eletrólitos e resíduos da corrente sanguínea e os passam para a urina.

representação esquemática dos glomérulos local onde pode ocorrer a glomerulonefrite
Figura 1. Rins e os glomérulos (fonte: mayoclinics)

Na doença glomerular os rins não podem remover resíduos e fluidos como deveriam, uma vez que os glomérulos podem estar danificados. A glomerulonefrite pode aparecer repentinamente (agudo) ou gradualmente (crônico).

A glomerulonefrite ocorre isoladamente ou como parte de outra doença, como lúpus ou diabetes. Inflamação grave ou prolongada associada à glomerulonefrite pode danificar os rins, no geral.

Sintomas da glomerulonefrite

Os sintomas da glomerulonefrite geralmente aparecem lentamente. Você pode não perceber que alguma coisa está errada. No entanto, a glomerulonefrite aguda pode aparecer de repente, após uma infecção na garganta ou na pele e os sintomas podem incluir :

  • Ao ao acordar você pode notar inchaço no rosto
  • Sua urina pode ser de cor marrom ou pode conter vestígios de sangue ou proteína
  • Redução da micção ou urina
  • Presença de líquidos nos pulmões que leva a tosse e falta de ar
  • Pressão alta

A glomerulonefrite crônica se desenvolve por um longo período de tempo, muitas vezes sem sintomas óbvios. No entanto, pode resultar em insuficiência renal completa.

No geral, indivíduos com glomerulonefrite podem apresentar:

  • Tornozelos inchados, por causa da retenção de água
  • Urinar frequentemente durante a noite
  • Bolhas ou espuma na urina, causada pelo excesso de proteína

Algumas pessoas com essa condição sofrem dor intensa na parte superior das costas, atrás das costelas, como resultado de dor nos rins. Um adulto saudável urina em torno de 2 a 3 litros por dia. Pessoas com glomerulonefrite grave podem não urinar por 2 ou 3 dias.

complicações

Às vezes a glomerulonefrite é temporária e seus rins podem recuperar a função normal. Se for permanente e continuar a piorar, pode levar a problemas renais graves, como lesão renal aguda, doença renal crônica , pressão alta ou síndrome nefrótica. Algumas outras complicações possíveis incluem:

  • Infecção renal
  • Acúmulo de fluido
  • Hipercalemia
  • Insuficiência renal

Causas da doença renal

Muitas condições podem causar glomerulonefrite. Às vezes a doença corre em famílias e às vezes a causa é desconhecida. Condições que podem levar à inflamação dos glomérulos dos rins incluem:

  • Infecções – como infecção por estreptococo, endocardite bacteriana, Infecções virais (HIV, hepatite B e hepatite C).
  • Doenças imunes – como a lúpus (doença inflamatória crônica), síndrome de Goodpasture e nefropatia por IgA.
  • Vasculite -como poliarterite e granulomatose com poliangite.

Além das causas mencionadas a granulonefrite pode ser causada por cicatrização, que ocorre frequentemente em:

  • Pressão alta. a doença renal também pode levar à hipertensão arterial, pois reduz a função renal e pode influenciar a maneira como os rins lidam com o sódio.
  • Doença renal diabética (nefropatia diabética). Isso pode afetar qualquer pessoa com diabetes, geralmente levando anos para se desenvolver. Um bom controlo dos níveis de açúcar no sangue e da pressão arterial pode prevenir ou abrandar os danos nos rins.
  • Glomeruloesclerose segmentar focal. Caracterizada por cicatrizes dispersas de alguns dos glomérulos, essa condição pode resultar de outra doença ou ocorrer sem motivo conhecido.

Infrequentemente, a glomerulonefrite crônica ocorre em famílias. Uma forma hereditária, a síndrome de Alport, também pode prejudicar a audição ou a visão.

Além das causas listadas acima, a glomerulonefrite está associada a certos tipos de câncer, como mieloma múltiplo, câncer de pulmão e leucemia linfocítica crônica.

Tratamento da glomerulonefrite

O tratamento depende muito da condição (aguda ou crônica, a causa subjacente e a gravidade dos sintomas).

A glomerulonefrite após uma infecção por estreptococos geralmente desaparece sem tratamento, mas seu médico pode prescrever antibióticos (deve-se ter cuidado no uso dos antibióticos, clique e saiba porquê) para destruir os patógenos causadores da infecção.

O indivíduo provavelmente terá que reduzir a ingestão de líquidos e evitar bebidas ou alimentos que contenham álcool ou altos níveis de proteína, sal ou potássio.

Os diuréticos podem ajudar a reduzir a hipertensão e o lento declínio da função renal, e a medicação para pressão sanguínea relaxa os vasos sanguíneos. Corticosteróides e drogas imunossupressoras controlam a inflamação.

A diálise temporária pode ser necessária em casos de glomerulonefrite aguda. Na diálise, uma máquina faz o trabalho do rim de filtrar os resíduos do corpo. A diálise também ajuda a controlar a hipertensão e a remover o excesso de fluido.

Uma pessoa com problemas auto-imunes pode passar por plasmaférese, um processo mecânico que remove plasma com anticorpos do sangue e o substitui por outro fluido ou plasma doado.

Um transplante renal pode ser possível se o indivíduo estiver saudável. Para pessoas que não podem receber um transplante, a diálise pode ser a única opção.

Compartilhe o artigo

Autor: Augusto Constantino

Augusto Bene Tomé Constantino é Moçambicano. Nasceu na cidade de Chimoio, província de Manica. Formado em Farmácia pela Universidade Zambeze, leciona curso de Licenciatura na Faculdade de Ciências de Saúde da UniZambeze. Trabalha com microencapsulação de compostos bioativos usando biopolímeros de origem vegetal.