Dores após sexo: quais são as principais causas

Veja mais em:

Este artigo tem como objetivo tratar das causas das dores após sexo, também conhecido como dispareunia. Tratamos de falar das causas gerais e depois especificamos as causas em mulheres e em homens. Além disso, você pode encontrar no final alguns métodos de tratamento das dores após relação sexual.

Causas de dores após relação sexual

Existem muitas causas potenciais que levam a aparição das dores após o sexo, tanto em homens quanto em mulheres. A seguir listamos alguns exemplos:

  • Dores musculares. Da mesma forma que sentimos uma tensão nos músculos pélvicos e abdominal quando nos exercitamos, também acontece durante o sexo. Isso pode nos levar a sentirmos dores no pé da barriga. Conheça as causas graves e leves da dor no pé da barriga.
  • Problemas urinários. Nas mulheres a bexiga fica bem na frente do útero, e a relação sexual às vezes pode irritá-la. Além disso, se você tiver uma infecção do trato urinário, pode desenvolver um processo inflamatório que causa dor e pressão na pelve, como acontece na cistite por exemplo.
  • Problemas intestinais. Constipação e gases são duas causas mais comuns de dor após o sexo. Porém outros problemas intestinais também podem causar cólicas; esses problemas incluem, por exemplo, a síndrome do intestino irritável.
  • Infecções sexualmente transmissíveis (DSTs). Algumas DSTs, como por exemplo a causada por clamídia e gonorreia, podem causar cólicas abdominais, inclusive após a relação sexual.

Muitas DSTs não causam sintomas, por isso é melhor fazer o teste regularmente. Algumas DSTs também podem causar descarga de secreções do pênis ou da vagina, bem como dor durante o xixi (micção).

Orgasmo

O orgasmo também pode causar dores. Isso acontece porque durante o orgasmo há contração involuntária dos músculos da pelve e do assoalho pélvico. Portanto, se estes músculos continuarem a se contrair intensamente, eles podem causar dores temporárias após a relação sexual.

O assoalho pélvico é um conjunto de músculos e ligamentos que sustentam os órgãos pélvicos como bexiga, útero, reto, intestino e todo conteúdo na parte baixa do abdômen.

Para algumas pessoas, essas contrações resultam em espasmos musculares dolorosos na parte inferior do abdômen e na pelve. A dor durante ou após o orgasmo também é conhecida como disorgasmia.

A disorgasmia é mais comum em pessoas que:

  • estão grávidas
  • Apresentam quistos ovarianos
  • Têm endometriose
  • Estão com doença inflamatória pélvica
  • Têm a síndrome de dor pélvica crônica
  • Ou que fizeram a prostatectomia, é uma cirurgia para remoção da próstata

Além disso, é provável que alguns tipos de pílulas pílulas anticoncepcionais causem dor durante e após o orgasmo.

Gases após relação sexual

Se você tiver uma relação sexual por penetração, é bem provável que ar seja empurrado para dentro da vagina ou do ânus. Se este ar ficar preso lá dentro, você pode sentir dor relacionada aos gases na parte superior ou inferior do abdome, e nalguns casos perto do peito.

A dor do gás pode ser parecer como alguma coisa em movimento, é por isso que essa dor pode se irradiar para outras áreas além dos órgãos onde foi feita a penetração. Felizmente que esses sintomas diminuem assim que você expelir o gás.

No entanto, se você estiver com alguma dificuldade para expelir os gases siga as dicas a seguir.

Dicas de como reduzir gases

  • Coma alimentos certos, incluindo bebidas gaseificadas, Chiclete, feijões, laticínios, comidas gordurosas, frutas secas e frescas, vegetais cru, comida rica em fibras, trigo e nozes.
  • Pratique ioga. A ioga ajuda no relaxamento de todo o corpo. Relaxar o corpo, especialmente os intestinos, pode ajudá-lo a expelir gases. Mas, se isso não acontecer deve contatar seu ginecologista ou médico.

Trauma emocional

Muitas pessoas ignoram este assunto por parecer improvável de causar dor após relação, mas entenda que isso é bem provável sim. Se você tiver um trauma do passado ou mesmo uma questão emocional relacionada ao sexo, pode se manifestar como desconforto físico ou dor durante ou após a relação sexual. Mesmo os estresse e a ansiedade do dia-a-dia podem se acumular e causar tensão muscular ou cãibras.

Durante a relação sexual penetrativa, as sensações da vagina e das áreas circundantes viajam ao longo dos nervos para o nosso cérebro. Nossa interpretação dessas sensações é complexa.

Ele se baseará em nossas experiências anteriores, nossos medos e nossas ansiedades. Isso então se traduz em nossa sensação final e determina se vai ser dor ou prazer.

Muitas vezes é impossível dizer quantas emoções estão contribuindo para causar relações sexuais dolorosas, e também é muito difícil, senão impossível, dizer se isso se deve ou não apenas às emoções.

Às vezes, se você se sentir ansioso – músculos tensos, coração batendo rápido, suor ou tremores – antes de ter relações sexuais, pode ser que a ansiedade esteja contribuindo para a dispareunia.

Causas das dores após o sexo nas mulheres

Imagem de Charles

Para as mulheres, as dores após relação pode ser causada por:

  • Penetração profunda. A penetração profunda que pode chegar a tocar o colo do útero pode causar irritação e dores. Além disso, lesão ou infecção do colo do útero pode torná-lo mais suscetível a cólicas ou dor.
  • Quistos ovarianos. Os ovários são dois pequenos órgãos localizados em ambos os lados do útero. Às vezes, um quisto cresce nele. Embora esses quistos geralmente não sejam perigosos, podem causar dor ou desconforto após relação sexual.
  • Ovulação. Como um processo natural e normal, um dos ovários das mulheres produz um folículo que contém um óvulo em maturação, todos os meses. Por isso, aproximadamente 2 semanas antes do período de uma mulher, esse folículo se rompe, liberando o óvulo para uma possível fertilização e concepção. Portanto, fazer sexo nessa época pode causar cólicas abdominais (dor de barriga) em algumas pessoas.
  • Miomas. Miomas são tumores que acontecem na parede do útero, geralmente são benignos ou não cancerosos. No entanto, esses tumores podem causar sintomas, como sangramento menstrual intenso e dor no pé da barriga depois da relação sexual.

Você pode gostar de:

Vaginismo

Tratamos este assunto a parte porque o vaginismo geralmente acontece quando os músculos da vagina se contraem involuntariamente, geralmente quando uma pessoa tenta introduzir alguma coisa nela. Isso pode causar dores após sexo.

Porque essas contrações podem acontecer durante o sexo com penetração e exames médicos vaginais, assim como quando uma pessoa tenta usar um tampão para evitar que o sangramento vaginal se prolifere.

Embora o vaginismo possa ser angustiante, nem sempre afeta. Ou por outra, uma pessoa pode ficar excitada e gostar de outros tipos de estimulação sexual.

Uma pessoa pode precisar consultar um terapeuta sexual, que pode ajudá-la a controlar a ansiedade e recomendar exercícios de relaxamento. Entretanto, os exercícios do assoalho pélvico também podem ajudar a tratar o vaginismo.

Causas do vaginismo

  • Doença inflamatória pélvica. A doença inflamatória pélvica (DIP) é uma infecção no sistema reprodutor feminino. DSTs, como clamídia ou gonorreia, podem causar DIP. Além disso, a DIP também podem ocorrer após procedimentos médicos, como a inserção de um dispositivo intrauterino.
  • Endometriose. A endometriose é o crescimento de tecido semelhante ao que cresce no útero em lugares fora do útero. Pode causar fortes cólicas e dor abdominal durante e após o sexo. Outros sintomas da endometriose incluem sangramento intenso durante a menstruação e períodos anormalmente dolorosos.
  • Útero inclinado. Em algumas mulheres, o útero se inclina para trás em vez de inclinar-se para a frente. O termo médico para isso é útero retrovertido.Portanto, em pessoas com um útero retrovertido, o pênis pode pressionar o útero durante a relação sexual, o que pode causar fortes dores.

Causas de dores em homens

Dores após a relação sexual não é tão comum em homens, mas pode ocorrer. Algumas causas específicas para os homens incluem:

  • Prostatite, inflamação da próstata. A próstata é uma pequena glândula do tamanho de uma noz na parte baixa da pélvis. Acrescenta importante fluido seminal ao ejaculado durante o sexo. Se a próstata se torna inflamada, de repente ou gradualmente, pode causar dor pélvica durante e após o sexo.

Tratamento e Prevenção das dores após sexo

Tratar ou prevenir dores após o sexo depende da causa subjacente. Na maioria dos casos, no entanto, cólicas leves após o sexo são temporárias e desaparecem sem tratamento.

Se as dores forem devido a uma determinada posição ou ato, pode ser necessário parar ou mudar de posição para algo mais confortável.

Se houver uma causa física ou emocional para a dor, uma pessoa pode procurar tratamento adicional. Isso pode incluir:

  • antibióticos para tratar uma infecção
  • terapia ou aconselhamento para ansiedade
  • cirurgia para remover miomas ou um cisto
  • pílulas hormonais para prevenir a ovulação ou tratar um cisto (ou quisto) ovariano
Complicações do HIV e perspetiva de vida
Dor em pessoas com HIV: causas, tipos e tratamento
Menu