Menstruação anormal: as causas principais e complicações

período irregular ou ciclo menstrual irregular

Uma menstruação anormal refere-se a um ciclo menstrual que acontece continuamente fora dos intervalos “ regulares ” por uma razão inesperada.

A duração normal do ciclo menstrual de uma mulher é de 28 dias, mas isso pode variar entre os indivíduos.

Na menstruação irregular a duração do ciclo pode ser inferior a 21 dias ou mesmo superior a 35 dias, ou seja o período tende a ser mais curto ou longo.

Os períodos geralmente começam durante a puberdade, entre as idades de 10 e 16 anos, e continuam até a menopausa, quando a mulher tem entre 45 e 55 anos de idade.

Para se ter um diagnóstico melhor de um período anormal, damos alguns exemplos que incluem o seguinte:

  • A amenorréia é uma condição na qual os períodos de uma mulher não acontecem. Há uma ausência de menstruação por 90 dias ou mais, sem que a mulher esteja grávida, amamentando ou passando pela menopausa. A menstruação anormal também pode acontecer em adolescentes que não iniciaram a menstruação aos 15 ou 16 anos de idade ou dentro de três anos após o início do desenvolvimento dos seios.
  • Oligomenorreia refere-se a períodos que ocorrem com pouca frequência.
  • A dismenorreia onde a menstruação apresenta-se dolorosa, com cólicas menstruais severas. Algum desconforto durante o ciclo é normal para a maioria das mulheres.
  • Sangramento uterino anormal pode se aplicar a uma variedade de irregularidades menstruais, incluindo: um fluxo menstrual mais pesado; um período que dura mais de sete dias; ou sangramento ou manchas entre os períodos, após o sexo ou após a menopausa.

Causas da menstruação anormal

Aqui estão algumas das razões mais comuns que os ciclos se tornam irregulares. Diferentes causas levam a diferentes tipos de irregularidades.

Estágios da vida e gravidez

  • Depois da menarca (2 a 3 anos após o início da menstruação)
  • Perimenopausa (como os ciclos chegam ao fim)
  • Gravidez
  • O período pós-parto (depois de uma gravidez)
  • Amamentação
  • Abortos recorrentes (conhecidos ou desconhecidos)

Conheça as hormonas sexuais femininas e suas funções em cada estágio da vida. Clique aqui

Condições médicas que podem causar menstruação anormal

  • Síndrome dos ovários policísticos
  • Afecções da tiróide (hipotiroidismo, hipertiroidismo)
  • Diabetes não gerenciado
  • Infecções do trato reprodutivo
  • Pólipos Uterinos
  • Miomas uterinos
  • Anormalidades do colo do útero ou da vagina
  • Alguns cancros ou tumores benignos
  • Insuficiência ovariana primária (menopausa precoce)
  • Distúrbios hemorrágicos
  • Excesso de peso

Mudanças físicas ou emocionais

  • Estresse
  • Exercício intensivo
  • Uso abusivo de substâncias / abuso
  • Transtornos alimentares (não receber calorias suficientes, compulsão alimentar)
  • Certos medicamentos

Complicações da menstruação anormal

Períodos irregulares podem, às vezes, indicar um problema de saúde, e alguns deles podem levar a problemas futuros, como problemas de fertilidade.

A síndrome do ovário policístico (SOP) é uma condição na qual uma série de pequenos sacos cheios de líquido, conhecidos como cistos, se desenvolvem nos ovários.

Uma mulher com SOP não ovula, e ela não libera um óvulo todo mês. Os sintomas incluem irregularidade ou ausência de menstruação, obesidade , acne e excesso de crescimento capilar.

Mulheres com SOP têm níveis anormalmente altos de hormona sexual masculino, andrógeno ou testosterona .

O câncer cervical ou uterino, ou câncer do útero, pode, em casos raros, causar sangramento entre períodos ou durante a relação sexual.

A endometriose é uma condição na qual as células normalmente encontradas dentro do útero, chamadas células endometriais, crescem fora dela. Em outras palavras, o revestimento do interior do útero é encontrado fora dele.

endodmetriose pode causar menstruação anormal
Endometriose

O crescimento celular envolvido na endometriose não é cancerígeno. Pode não haver sintomas, mas pode ser doloroso e pode levar a outros problemas. Se o sangue liberado fica preso no tecido circundante, ele pode danificar o tecido, causando dor severa, períodos irregulares e infertilidade .

A doença inflamatória pélvica (IDP) é uma infecção do sistema reprodutor feminino. Entre as mulheres, é a complicação mais comum e grave das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), além da SIDA.

Se detectado precocemente, pode ser tratado com antibióticos , mas se se espalhar, pode danificar as trompas de Falópio e o útero, resultando em dor crónica ou a longo prazo. Existem muitos sintomas, incluindo sangramento entre períodos e depois do sexo.