Anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs): usos, efeitos e exemplos

Veja mais em:

Os anti-inflamatórios não esteroidais (ou AINEs) são uma classe de medicamentos usados ​​para tratar dor, febre e outros processos inflamatórios.

Eles costumam ser usados ​​para aliviar os sintomas de dores de cabeça , períodos dolorosos, entorses e distensões, resfriados e gripes, artrite e outras causas de dor de longo prazo.

Embora os AINEs sejam comumente usados, eles não são adequados para todos e às vezes podem causar efeitos colaterais incômodos.

É bem provável que você conheça os seguintes anti-inflamatórios não esteroidais comuns:

  • Aspirina
  • Ibuprofeno
  • Naproxeno sódico

Você pode achar facilmente um medicamento anti-inflamatórios não esteroidais sem prescrição e sem receita em farmácias (ou drogarias), isso pode incluir aspirina genérica (sem marca), ibuprofeno e naproxeno sódico mais baratos.

Contudo, entenda que paracetamol não é um AINE. É um analgésico e redutor da febre, mas não possui propriedades antiinflamatórias dos AINEs. No entanto, o paracetamol às vezes é combinado com aspirina em produtos de venda livre.

Para que serve anti-inflamatórios não esteroidais?

Os AINEs são usados ​​para tratar:

Os AINEs podem ter outros usos além do tratamento da dor. Por exemplo, aspirina é usada para inibir a coagulação do sangue e prevenir derrames e ataques cardíacos em indivíduos com alto risco.

Celecoxib, é outro exemplo, ele é usado no tratamento da polipose adenomatosa familiar (FAP) para prevenir a formação e crescimento de pólipos no cólon.

Os AINEs também estão incluídos em muitas preparações para resfriados comuns e alergias .

Mecanismo de ação dos AINEs

Os AINEs bloqueiam a produção de certos produtos químicos (prostaglandinas) do corpo que causam inflamação. Esta inflamação é importante para a cura, mas também causa dor e febre, ela apoia a coagulação do sangue das plaquetas, e protege o revestimento do estômago dos efeitos prejudiciais do ácido.

Na verdade, o principal mecanismo de ação dos anti-inflamatórios não esteroidais é a inibição da enzima ciclooxigenase (COX). Esta enzima é necessária para converter o ácido araquidônico em tromboxanos, prostaglandinas e prostaciclinas.

Os tromboxanos desempenham um papel na adesão plaquetária, as prostaglandinas causam vasodilatação, aumentam o ponto de ajuste da temperatura no hipotálamo e desempenham um papel na antinocicepção.

Existem duas enzimas COX, COX-1 e COX-2. A COX-1 é produzida normalmente no corpo e desempenha um papel na manutenção do revestimento da mucosa gastrointestinal, função renal e agregação plaquetária. Por outro lado, a COX-2 não é produzida constitutivamente no corpo; e, em vez disso, se expressa de forma induzida durante uma resposta inflamatória.

Tipos de anti-inflamatórios não esteroidais

Existem várias formas de classificar os medicamentos anti-inflamatórios não esteroidais. Por exemplo, eles podem ser classificado com base em sua estrutura química e seletividade:

  • salicilatos acetilados (aspirina),
  • salicilatos não acetilados (diflunisal, salsalato),
  • ácidos (ác.) propiônicos (naproxeno, ibuprofeno),
  • ác. acéticos (diclofenaco, indometacina),
  • ácidos enólicos (meloxicamina, piroxicam)
  • ácidos antranílicos (meclofenamato, ácido mefenâmico),
  • naftilalanina (nabumetona) e
  • inibidores seletivos de COX-2 (celecoxibe, etoricoxibe).   

Abaixo estão listados, em ordem alfabética, os AINEs de acordo com sua selectividade nas enzimas COX.

AINEs não seletivos

  • Diclofenac
  • Diflunisal
  • Etodolac
  • Fenoprofeno
  • Flurbiprofeno
  • Ibuprofeno
  • Indometacina
  • Cetoprofeno
  • Cetorolaco
  • Ácido mefenâmico
  • Meloxicam
  • Nabumetona
  • Naproxen
  • Oxaprozina
  • Piroxicam
  • Sulindac
  • Tolmetin

AINEs seletivos da COX-2

  • Celecoxib
  • Rofecoxib
  • Valdecoxib

Por quanto tempo devo usar um AINE?

Não use um AINE de venda livre continuamente por mais de três dias para febre e 10 dias para dor, a menos que seu médico diga que está tudo bem. Os AINEs vendidos sem prescrição médica funcionam bem no alívio da dor, mas são feitos para uso de curto prazo.

Como os AINEs são prescritos?

Os anti-inflamatórios não esteroidais são prescritos em doses diferentes, dependendo da condição. Por isso, pode ser necessário tomar esses medicamentos de uma a quatro vezes ao dia. No entanto, não aumente a dose sem primeiro consultar o seu médico.

Mais comumente, os AINEs estão disponíveis em comprimidos orais. De acordo com a bula, a dosagem para os AINEs de venda livre mais comuns são as seguintes:

  • Ibuprofeno: para comprimidos de 200 mg, 1 a 2 comprimidos a cada 4 a 6 horas enquanto os sintomas persistirem. O limite diário para o ibuprofeno é de 1200 mg. 
  • Dosagem regular de aspirina: para comprimidos de 325 mg, 1 a 2 comprimidos a cada 4 horas ou 3 comprimidos a cada 6 horas. O limite diário de aspirina é de 4000 mg.
  • Naproxeno sódico: para comprimidos de 220 mg, 1 a 2 comprimidos a cada 8 a 12 horas. O limite diário para o naproxeno sódico é de 660 mg. 

Além disso, os AINEs tópicos também estão disponíveis (solução tópica de diclofenaco de sódio 1,5%, adesivo de diclofenaco hidroxietil pirrolidina 1,3% e gel de diclofenaco de sódio 1%). Eles são mais úteis no tratamento da dor devido a lesões nos tecidos moles e osteoartrite. 

Podem ser prescritas doses mais altas de AINEs se você tiver artrite reumatóide, por exemplo.  Porque, nestes casos, a dor costuma ser acompanhada de calor, inchaço, vermelhidão e rigidez nas articulações.

Doses mais baixas podem ser prescritas para osteoartrite e lesões musculares agudas, uma vez que geralmente há menos inchaço e frequentemente não há calor ou vermelhidão nas articulações.

Quando os AINEs mais fortes são prescritos?

Os AINEs com prescrição médica são frequentemente recomendados para doenças reumatológicas, incluindo artrite reumatóide e osteoartrite moderada a grave. Esses AINEs também são prescritos para doenças musculoesqueléticas moderadamente dolorosas, como dores nas costas.

Como meu médico escolhe um anti-inflamatório não esteroidal certo?

Com certeza, seu médico irá avaliar a eficácia e os riscos desses medicamentos. Portanto, ele pode ver seu histórico médico, exame físico, raios-X, exames de sangue e presença de outras condições médicas antes de tomar decisão de quais AINEs irão funcionar para você.

Precauções gerais

No geral, os AINEs, incluindo aspirina, podem aumentar a chance de efeitos colaterais graves no estômago e no intestino, como úlceras e sangramento. Esses efeitos colaterais podem ocorrer sem sinais de aviso.

É importante ter precauções dos AINEs, excluíndo a aspirina, podem aumentar a chance de ataque cardíaco ou derrame.

Esse risco pode ser maior se você tiver doenças cardíacas ou fatores de risco (por exemplo, tabagismo, pressão alta, colesterol alto, diabetes ) para doenças cardíacas.

No entanto, o risco também pode ser aumentado em pessoas que não têm doenças cardíacas ou esses fatores de risco. Este risco pode ocorrer no início do tratamento e pode aumentar com o uso mais longo.

Os problemas cardíacos causados ​​por AINEs sem aspirina podem acontecer nas primeiras semanas de uso e podem acontecer mais frequentemente com doses mais altas ou com o uso de longo prazo.

Os AINEs sem aspirina não devem ser usados ​​imediatamente antes ou após a cirurgia de ponte de safena.

Efeitos colaterais comuns dos anti-inflamatórios não esteroidais?

Geralmente os efeitos colaterais dos AINEs aparecem quanto tomamos doses grandes ou se os tomar por muito tempo.

Alguns efeitos colaterais são leves e desaparecem, enquanto outros são mais graves e precisam de atenção médica. A menos que seu médico lhe diga para fazer isso, não tome um AINE de venda livre com um AINE de receita, vários AINEs de venda livre ou mais do que a dose recomendada de um AINE. Isso pode aumentar o risco de efeitos colaterais.

Os efeitos colaterais listados abaixo são os mais comuns, mas podem haver outros.

Os efeitos colaterais dos AINEs relatados com mais frequência são sintomas gastrointestinais (estômago e intestino), como:

Esses sintomas gastrointestinais geralmente podem ser evitados tomando o medicamento com alimentos, leite ou antiácidos (como hidróxido de alumínio).

Outros efeitos colaterais dos AINEs incluem:

Se esses sintomas persistirem por mais de alguns dias, pare de tomar o AINE e procure seu médico.

Quais efeitos colaterais devo informar meu médico imediatamente?

Se você tiver algum desses efeitos colaterais, é importante chamar seu médico imediatamente :

  • Fezes pretas – sangrentas ou pretas, fezes de alcatrão.
  • Urina com sangue ou turva.
  • Dor de estômago forte .
  • Sangue ou material semelhante a borra de café no vômito (pode ocorrer sangramento sem sintomas de aviso, como dor).
  • Incapacidade de urinar ou alteração na quantidade de urina excretada.
  • Ganho de peso incomum.
  • Icterícia .
  • Visão embaçada.
  • Zumbido nos ouvidos.
  • Fotossensibilidade (maior sensibilidade à luz).
  • Dor de cabeça muito forte.
  • Mudança na força de um lado é maior do que no outro, dificuldade para falar ou pensar, mudança no equilíbrio.
  • Retenção de líquidos (reconhecida pelo inchaço da boca, rosto, lábios ou língua, ao redor dos tornozelos, pés, parte inferior das pernas, mãos e possivelmente ao redor dos olhos).
  • Erupção cutânea grave ou urticária ou pele vermelha descamação.
  • Coceira.
  • Hematomas e sangramento inexplicáveis.
  • Chiado , dificuldade para respirar ou tosse incomum.
  • Dor no peito, taquicardia, palpitações .
  • Fadiga aguda, sintomas semelhantes aos da gripe .
  • Dor nas costas muito forte.
  • Sentindo-se muito cansado e fraco.

Em que casos devo consultar meu médico antes de tomar AINEs?

Se você tiver qualquer uma das seguintes condições ou circunstâncias, verifique com seu médico antes de tomar AINEs:

  • Gravidez (AINEs devem ser evitados no terceiro trimestre. Por isso, consulte seu provedor sobre o uso no primeiro ou segundo trimestre).
  • Crianças e adolescentes com infecções virais (com ou sem febre) não devem receber aspirina ou produtos que contenham aspirina devido ao risco de síndrome de Reye (uma doença rara, mas mortal que pode afetar o cérebro e o fígado).
  • Indivíduos com procedimento cirúrgico marcado e próximo a realizar, incluindo cirurgia dentária. Porque há risco de sangramento.
  • Pessoas que consomem três ou mais bebidas alcoólicas por dia.
  • Asma que piora ao tomar aspirina.
  • Ter 65 anos de idade ou mais.

Estados de doença

  • Diabetes de difícil controle.
  • Doença renal conhecida.
  • Doença do refluxo gastroesofágico
  • Diabetes de difícil controle.
  • Doença hepática conhecida.
  • Úlcera péptica ativa (úlceras estomacais ou história prévia de sangramento de úlcera estomacal).
  • Doença de Crohn

Condições de coração e sangramento

  • Problemas de sangramento (pessoas com histórico de sangramento prolongado ou que apresentam hematomas com facilidade).
  • Pressão alta de difícil controle.
  • Insuficiência cardíaca congestiva ativa .
  • História de derrame ou ataque cardíaco .

Interações alérgicas e medicamentosas

  • Alergias conhecidas a medicamentos, especialmente aspirina, outros AINEs e sulfas.
  • Pólipos nasais (associados a uma maior chance de alergia a AINE).
  • Verifique com seu farmacêutico ou profissional de saúde antes de iniciar um AINE para determinar se seus medicamentos atuais e também seus suplementos dietéticos / fitoterápicos, são compatíveis com o AINE. Faça isso especialmente se você estiver tomando warfarina , clopidogrel , corticosteroides (por exemplo, prednisona), fenitoína, ciclosporina, probenecida e lítio.
  • Se você toma diuréticos (também conhecidos como pílulas de água) para controlar sua pressão arterial, pode correr maior risco de problemas renais se tomar um AINE.
  • Fenilcetonúria. Alguns AINEs não prescritos são adoçados com aspartame, uma fonte de fenilalanina.

Os AINEs podem causar reações alérgicas?

Raramente, um AINE pode causar uma reação alérgica generalizada conhecida como choque anafilático. Se isso acontecer, geralmente ocorre logo após a pessoa começar a tomar o AINE. Contudo, os sintomas desta reação incluem:

  • Olhos, lábios ou língua inchados.
  • Dificuldade em engolir.
  • Falta de ar.
  • Frequência cardíaca rápida.
  • Dor ou aperto no peito.

Palavra Final

Lembre-se, antes de qualquer medicamento ser prescrito, diga ao seu médico:

  • Se for alérgico a algum medicamento, alimento ou outras substâncias.
  • Se você atualmente toma qualquer outro medicamento (incluindo medicamentos de venda livre) e / ou suplementos fitoterápicos ou dietéticos.
  • Está grávida , planejando engravidar ou está amamentando.
  • Se você tiver problemas para tomar algum medicamento.
  • Apresenta anemia , doença renal ou hepática, úlceras estomacais ou pépticas, doença cardíaca, hipertensão, sangramento ou problemas de coagulação, asma ou crescimento do nariz (pólipos nasais).

Fonte: Cleveland CLinic, NCBI, NHS e Medicine Net

Assine Gratuitamente

Quer ser informado quando publicarmos novos artigos? Clique no botão abaixo para assinar nossa newsletter. Publicamos vários artigos de qualidade todas semanas e queremos que você seja o primeiro a ter o acesso.

Revisado por:

Assine gratuitamente

Você está gostando desse artigo? Quer ser informado quando publicarmos um novo? Faça parte dos nossos assinantes:

Ansiedade: sintomas, causas e tratamento
Tetraciclina, cloridrato: usos, efeitos adversos e interações
Menu